Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Organizar um Mundial um pssimo negcio

06 de Janeiro, 2011

Mundial gastaram mais de 390 milhes de euros

Fotografia: AFP

Uma sondagem do Ministério de Turismo da África do Sul, onde decorreu a última edição do torneio, divulgada pelo sítio “Futebol Finance” aponta para um montante de receitas que equivale apenas a cerca de 12 por cento da verba despendida na organização: os 309.554 turistas que foram àquele país ver o Mundial gastaram mais de 390 milhões de euros, uma pequena fatia dos cerca de 3.225 milhões de euros investidos pelos sul-africanos.

O mesmo estudo concluiu que o país com mais adeptos no Mundial foi os Estados Unidos (30 175), vindo a seguir Moçambique (24 483) e Inglaterra (22 802). Em média, cada turista gastou 1300 euros. Se o Mundial sul-africano terá custado 3225 milhões de euros, para o do Brasil, em 2014, aponta-se para mais do dobro: 7090 milhões de euros. E se para o país organizador, como se vê, este é um mau negócio, quem não sai a perder, com toda a certeza, são a FIFA e os patrocinadores da prova.
Afinal, Portugal e Espanha até saíram a ganhar ao terem perdido o Mundial’2018 para a Rússia.

Benfica fecha a porta
a novas contratações

Com a entrada de Fernández e o provável empréstimo de Fábio Faria, a SAD encarnada fecha as contas de Janeiro no que diz respeito a reajustamentos no plantel. Segundo jornal “O JOGO”, se dependesse apenas de Jorge Jesus, o lote de reforços para esta fase seria ligeiramente superior, mas, em nome do rigor orçamental, Luís Filipe Vieira vai fechar as portas da Luz à entrada de novos recrutas e, muito provavelmente, também à saída de jogadores.

O rigor na gestão financeira e a subida de rendimento da equipa, mais concretamente de alguns jogadores que estiveram adormecidos nos primeiros jogos, foram argumentos determinantes para a decisão do presidente das águias. Por outro lado, a SAD entende que esta equipa tem qualidade para dar uma resposta positiva nas várias competições em que está envolvida, nomeadamente o campeonato.

A menos que surja um negócio considerado imperdível, o plantel está fechado. Assim, Jorge Jesus passa a ter 26 jogadores à disposição para atacar o que resta de 2010/11. Fernández está garantido e só não foi ainda apresentado oficialmente como jogador do Benfica porque lhe falta acertar detalhes relativos ao contrato - já fez os indispensáveis exames médicos. Para já, e embora continuem a ser muito desejados por alguns dos principais clubes europeus, David Luiz e Fábio Coentrão vão manter-se na Luz até ao fim da temporada.

É sabido que os grandes negócios dificilmente surgem nesta fase, e a SAD não está disposta a facilitar e conhece bem o valor dos seus atletas. Aliás, não é por acaso que ambos estão blindados com cláusulas bem altas: David Luiz vale 50 milhões de euros e Fábio Coentrão 30 milhões de euros. Trata-se de um valor de referência, mas que serve de base negocial e demonstra a atitude encarnada em relação a dois dos seus mais valiosos activos.

Numeros

309 554
Os turistas que foram ao Mundial
390
Os milhões de euros ganhos com o turismo
3225
Os milhões de euros gastos na organização
1300
O gasto médio, em euros, de cada turista