Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Passadora do Nzinga Mbandi

29 de Outubro, 2017

:Mayara Andrade Mendes da Apresentação

Fotografia: Maria Augusta

Nos corredores da casa, as brincadeiras agitadas prenunciavam a presença de uma pequena-grande desportista. Nas veias corriam-lhe em alta velocidade o sangue de desportista que herdou do pai e do bisavô. No seio familiar circulavam desconfianças congeladas em segredos. No ano lectivo corrente, aos 15 anos de idade, o gosto pelo desporto manifestou-se quando integrou a equipa de voleibol da Escola Nzinga Mbandi. Alta como eucalipto e forte como leoa, Mayara Andrade Mendes da Apresentação surge para o mundo como uma potencial passadora da selecção nacional. Hoje, faz dupla categoria: iniciados e juvenis. A menina estuda a 9ª classe e é acompanhada há seis meses pelo treinador da equipa feminina do Petro de Luanda, Alcides Neto. O também seu professor de Educação Física já esfrega as mãos de contente. Nos próximos anos, Mayara pode vir a ser um reforço garantido. Inteligente e dedicada, a profissionalização da desportista é uma questão de tempo. Tudo depende da grande passadora.


NOTA DOS PAIS
“Sempre foi irrequieta”


Neto Luciano Mendes da Apresentação e Hermenegilda Andrade são os progenitores de Mayara Mendes da Apresentação. O pai assume que a Mayara sempre teve a inclinação para o desporto. \"Sempre gostou de movimento. Desde pequena, já se podia perceber que ia praticar desporto. Escolheu o voleibol. Ficamos felizes, porque sabemos dos benefícios da prática desportiva\", disse.

Como surgiu a ideia de abraçar a modalidade?

A Mayara sempre foi uma criança irrequieta, muito agitada e nunca ficava parada. Em meio estudantil, surgiu o gosto pela modalidade e deixámo-la que fizesse o que desejava: praticar o desporto. Naturalmente, por causa da sua altura, pensávamos que enveredasse pelo basquetebol, mas foi o voleibol que conquistou o seu coração.

Com quantos anos começou a praticá-lo?

A menina começou há pouco tempo. Foi no final do ano passado, que entrou na equipa da escola Nzinga Mbandi.

Os pais não se opuseram ?
De maneira nenhuma. Pessoalmente, sempre gostei de desporto. Fico satisfeito por ver a minha filha no voleibol. Estamos com ela, vamos apoiá-la em tudo que precisar para que possa atingir os seus objectivos no desporto.

Quem apoia a menina em termos de transporte para os treinos?
A Mayara já é crescidinha e vai sozinha à escola. É lá, onde faz os treinos e isso não constitui problema algum.

Ela consegue conciliar o desporto com os estudos?
Consegue, porque não está a jogar a nível profissional. Joga no desporto escolar que não  exige tanto. Tem tempo suficiente para preparar as lições; é uma aluna de notas médias 15 valores. Por isso, foi admitida na equipa.

Como pais, acreditam no potencial desportivo da vossa filha?
Sim. Com a dedicação aos treinos, pode chegar longe na modalidade. Acredito que possa chegar a jogar num clube de renome.

Há histórico de desportistas na família?

Eu pratiquei muito desporto, joguei futebol na equipa do Sporting Clube de Portugal em juniores, apesar de não ter ido longe por causa dos estudos. Pratiquei também basquetebol. Sempre fui muito dado ao desporto. O meu avô também jogou futebol. Somos de uma família que sempre gostou do desporto, mas nunca chegamos ao profissionalismo por causa dos estudos.


PERFIL DO ATLETA


Nome:Mayara Andrade Mendes da Apresentação
Data de nascimento: 26 de Janeiro de 2002
Naturalidade: Luanda
Instituição escolar: Nzinga Mbandi
Classe:
Modalidade: Voleibol                                               
Clube que gostaria de jogar: Atlético Petróleo de Luanda
Desportista preferido: Cristiano Ronaldo
Ídolo: Cristiano Ronaldo
Que Angola gostaria de ver daqui a 20 anos? Uma Angola melhor
Cor preferida: vermelha
Como passa o fim de semana: Com a família
De que gosta de brincar: O jogo 35 vitórias
O que gosta de ler: Livros diversos
Músico preferido: Luís Fernandes
Comida: Composto
Que país gostava de conhecer: Portugal (Lisboa)
Sonhos: Jogadora de nível mundial


  TREINADOR
“A Mayara
é aluna
excelente”


Alcides Neto é o responsável da equipa de voleibol da Escola Nzinga Mbandi e é professor de educação física na mesma instituição. Também é treinador da equipa de voleibol sénior feminina do Petro de Luanda. Convidado a tecer considerações acerca da Mayara, elogiou-a pelo desempenho: \"Tenho a Mayara na equipa há cinco meses. É uma aluna excelente de média 15 valores. Por isso, integramo-la na equipa. Dentro das quadras, tem bom aproveitamento. Para se tornar uma atleta profissional, precisa de muito trabalho. Tudo vai depender da dedicação e da entrega aos treinos. Estamos a fazer esse trabalho na escola, depois tencionamos integrar as atletas que despontarem para o Petro de Luanda. O voleibol é uma modalidade que exige tempo. Daqui a mais anos, vamos contar com essas atletas\".