Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Procuro imitar o Love Kabungula

Augusto Fernandes - 11 de Julho, 2013

Jogador quer representar um dos grandes clube do Girabola e ser engenheiro

Fotografia: Augusto Fernandes

O juvenil do Polivalentes do Palanca, Adriano Alberto Fernando, 15 anos, ou simplesmente Adriano, como é conhecido nos meios futebolísticos, começou a sua carreira nos iniciados  do Autrak de Viana quando tinha dez anos de idade.Quando chegou ao clube vianense, Adriano encontrou, entre outros jogadores, Adilson e Dabanda, orientados por Joy, tendo jogado apenas uma época.

“Não foi fácil impor-me no Autrak, visto que na minha posição havia  jogadores muito talentosos e, por isso, tive de trabalhar muito para poder jogar a nível do Provincial”, contou o jovem promissor.Em 2011, através de um amigo, o Adriano, tentou a  sorte nos “Polivalentes do Palanca”, onde ainda se mantém.

“Quando entrei nos Polivalentes como juvenil, já encontrei alguns craques, como o Jamaica, Goucy, Chiquinho, Kizomba e outros, e o treinador era o “mister” Justino.  Fui muito bem recebido pelos colegas e pela equipa técnica.  “Mas, também não foi fácil conseguir um lugar entre os titulares. O Polivalentes é uma equipa de bons jogadores e não é fácil conseguir um lugar nos onze. Tem de se trabalhar muito”, acrescentou.No seu segundo ano no clube, Adriano, que tem em Falcão, do Atlético de Madrid como a sua principal fonte de inspiração trabalha para cimentar a confiança que lhe foi depositada para não desiludir o treinador Justino.

“Acordo sempre muito cedo para vir aos treinos e depois disso arranco para a escola. Não permito que o cansaço me faça perder as aulas, porque um jogador sem estudos não vai longe”, reconhece.
Com .

 

OPINIÃO
Kabuscorp tem de jogar melhor para ganhar o gira


Na opinião de Adriano, o Girabola deste ano está cada vez mais competitivo. Por isso, ainda é muito cedo para falar de um provável vencedor, apesar de, na primeira volta, o Kabuscorp do Palanca ter conseguido manter uma regularidade na liderança, mas também pode perder muitos pontos na segunda volta.

“Portanto, o facto de o Kabuscorp estar numa posição vantajosa não significa que vai vencer a prova. A segunda volta vai ser mais dura, principalmente para o actual líder, por ser uma equipa que todos querem abater”, enfatizou. O grande objetivo de Adriano este ano é que a sua equipa esteja entre os três primeiros classificados. “Já é muito bom estar entre os três primeiros classificados nas competições oficiais, o que não é fácil a nível do Campeonato Provincial de Luanda. Mas estamos a trabalhar para o efeito”, concluiu.

ESCALÃO DE FORMAÇÃO
Provincial de Luanda tem muita qualidade


O Provincial de Futebol na categoria de juvenis de Luanda, disputado por equipas como o Petro, 1º de Agosto, Progresso, ASA, Interclube, Polivalentes, Santos e outras, é muito bem renhido. Quem tiver dúvidas dos níveis competitivos em relação ao futebol que praticamos, que se desloque aos diversos campos da capital onde se realizam os jogos do ‘provincial’ dos juvenis e verá muito futebol de qualidade”, admitiu.

“Agora, precisamos de garantias de continuidade nos seniores, pois temos muitos casos de jogadores bons que atingem os seniores, mas acabam ficando em casa, porque as equipas seniores, normalmente contratam jogadores com nome, mais muitas das vezes esses reforços não passam de esforços inúteis”, sustentou.

ÍDOLO NO GIRABOLA
Admirador do ponta
Love Kabungula


Adriano considera que no Girabola, denominação do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, existem jogadores que não ficam muito a dever aos que “militam” nos campeonatos da Europa, que às vezes são atraídos para Angola, citando o caso do camaronês Meyong, que se transferiu do Sporting de Braga (Portugal) para o Kabuscorp do Palanca, de Luanda.“O jogador que mais admiro é o Love Cabungula do Kabuscorp do Palanca, colega do camaronés Meyong.

  Ele tem uma forma de estar em campo que me impressiona muito. Ele (Cabungula) é um jogador que, mesmo com a idade que tem, parece cada vez mais jovem. E, tem sempre um grande sentido de oportunidade. É sempre um perigo para qualquer defesa. É o este tipo de jogadores que eu procuro imitar”, admitiu Adriano.A nível do futebol jovem, segundo Adriano, Angola tem “muitos jogadores tecnicistas e valiosos no Girabola, que, com muita atenção, poderão dar muitas alegrias ao futebol nacional”. Jogadores como o Mavambo do Petro de Luanda e o Adilson do ASA  e outros são jovens a ter em conta para reforçarem as suas equipas no campeonato angolano da 1ª divisão nos próximos tempos”, assinalou.

PING PONG
“Quero ajudar os Palancas
a ganhar um CAN de honras”


Qual é o seu maior sonho como futebolista?
É chegar o mais longe possível. Primeiro, atingir o Girabola, depois ajudar os Palancas Negras a ganhar pelo menos um CAN  e representar um clube europeu como o Futebol Clube do Porto.

A nível do Girabola, qual é o clube que gostaria de representar?
Se o Polivalentes estivesse na 1ª Divisão seria o ideal. Mas gostaria de jogar num dos “grandes” do Girabola.

Em termos académicos, o gostaria de ser?
Quero ser engenheiro de petróleos.

Qual foi o jogo que mais o marcou até agora?
Foi contra o cimentar, uma equipa da Cimangola. Estava no banco e a minha equipa perdia por uma bola a zero (1-0) quando o mister Justino mandou-me aquecer e minutos depois de entrar em campo marquei o golo de empate (1-1). Foi muito gratificante para mim. Lutámos muito para virar o jogo, mas o adversário não permitiu. Foi um dia inesquecível para mim.

POR DENTRO

Nome completo: Adriano Alberto Fernando
Filiação: Alberto Fernando e Martina Chilombo
Naturalidade e data de nascimento: Huambo, a 3 de Janeiro de 1997
Habilitações literárias: 8ª classe
Altura: 1,68 m
Peso: 63 kg
Filme: Comédia
Tempos livres: Ver filmes e ler
Prato: Feijoada
Bebida: Gasosa
O que mais teme: A morte
Cor: Branca
Recorre à mentira? Sim, às vezes
É ciumento? Um pouco
Virtude: Sou muito pontual
Defeito: Outros que o digam
Jogador que mais admira: Falcão
Clube do coração: Barcelona
País de sonho: Estados Unidos da América
Sonho: Ser bem-sucedido na vida