Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

"Quero triunfar no 1ºde Maio"

Valódia Kambata - 05 de Fevereiro, 2014

Mamele está confiante do sucesso no novo desafio da sua carreira

Fotografia: Jornal dos Desportos

O lateral direito Mamale afirmou ao Jornal dos Desportos, que está preparado para ajudar o 1º de Maio de Benguela, a resgatar a mística do clube no Girabola 2014, prova que é detentor de dois títulos. Referiu que encara este novo desafio com muita responsabilidade e espera corresponder à expectativa dos dirigentes e da massa associativa.

O atleta assegurou que a integração no plantel, foi mais fácil do que esperava e considerou o ambiente no balneário da formação proletária aceitável para os objectivos que a direcção pretende para esta temporada, apesar de assumir que não é fácil. O defesa assinou por duas temporadas é até ao momento a primeira opção da equipa técnica para preencher a lacuna do lado direito da equipa da Rua Domingos do Ò, nos jogos particulares realizados na pré-época e tem agradado o treinador Paulo Saraiva. “Em princípio, estou no Maio para jogar a lateral-direito.

Tenho consciência das minhas qualidades e acredito que estou em condições de ocupar essa posição, mas se tiver de ajudar a equipa num outro lugar estou disponível, pois o importante é darmos tudo pelo nosso clube”, referiu o nosso interlocutor.Admitiu que o 1º de Maio é um clube de referência no futebol nacional e tem de recuperar o prestígio e o espaço que conquistou no país.

“É um dos maiores do país, por isso está disposto a ajudar a garantir uma boa prestação no Girabola”, garantiu o atleta algo encantado com a nova aventura na sua carreira. Com 24 anos de idade Mamale considerou a sua integração no plantel dos proletários como algo normal. “Sou um atleta que procura sempre dar o seu melhor em prol dos clubes que represento”, declarou. Confessou estar confiante no sucesso.

SONHO
“Quero representar
a Selecção Nacional”


Depois de garantir um lugar no “onze” do plantel proletário, Mamale quer aproveitar a oportunidade para lutar por um lugar na selecção nacional.Como qualquer jogador, o sonho é realizar uma época regular para merecer a confiança do futuro técnico dos Palancas Negras.Lamentou o facto de nos clubes que representou, não ter tido oportunidades para mostrar o seu real valor e convencer os seleccionadores, mas promete tudo fazer para dar nas vistas este ano e entrar nas contas dos futuros técnicos nacionais.

Fui para o 1º de Maio com o objectivo de relançar a minha carreira, visto que nos outros clubes não consegui porque os treinadores não me deram oportunidades para tal, mas espero ter muito mais sorte para realizar o sonho de representar a Selecção Nacional” disse o lateral direito.Com passagens pelo FC de Cabinda e o Atlético Sport Aviação, o atleta acredita que esta pode ser a temporada da sua reafirmação no campeonato nacional com as cores do 1º de Maio de Benguela, equipa que quer voltar ao top do futebol nacional.