Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

São Silvestre corre amanhã em Luanda

Manuel Neto - 30 de Dezembro, 2009

Espera-se por uma prova melhor que a do ano passado

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os atletas Ernestina Paulino e Avelino Dumbi do (1º de Agosto), Josefina Baptista do (K. Sul), Tiago Baptista do (Libolo), Joaquim Chamane e Francisco Caluvi (Interclube) integram a Selecção Nacional, que corre participa, amanhã, na 54ª edição da São Silvestre.
A prova que vai contar, ainda, com atletas de 21 países estrangeiros (Kénia, Etiópia, África do sul, Marrocos, Sudão, Portugal, Moçambique, S.Tomé, Lesoto, Botswana, Malawi, Macau, Egipto, Zimbabué, Tanzânia, Zâmbia, República do Congo, Congo Brazavile, Bélgica e Brasil), que se vão juntar aos mais de 3000 cidadãos, que participam a título de diversão.
Lamenta-se a desistência dos Estados Unidos da América, alegadamente pelo facto de o seu atleta masculino se ter lesionado com alguma gravidade e a feminina não ter conseguido reserva para a viagem ao nosso país.
O evento vai ser enriquecido com a participação em massa dos deputados da VI Comissão da Assembleia Nacional, na corrida da família, que se realiza em simultâneo com a São Silvestre.
O tiro de largada acontece às 17h30 de amanhã, no Largo da Mutamba, seguindo o percurso a Rua Amílcar Cabral, Largo da Maianga, Prenda, Avenida Ho Chi Min, 1º de Maio, Avenida Manuel Van-Dúnem, Largo do Kinaxixi, Rua da Missão, Cirilo da Conceição, zona da Academia de Música, Avenida 4 de Fevereiro, terminando no Estádio dos Coqueiros. Recorde-se que depois da medição olímpica feita, o percurso ficou reduzido a 10 mil metros, ao contrário dos 15 anteriores, tendo sido retirados cinco mil metros da rota que passava pela Rua da Brigada.
A iluminação, a sinalização e a rotura de condutas de água que se viam ao longo do percurso, com realce para a da Rua Cirilo da Conceição, já foram solucionadas e fiscalizadas pela Federação e pelo Governo da Província Luanda, na pessoa do vice-governador Bento Soito, para se evitarem transtornos durante a prova.
Os objectivos traçados pela Selecção Nacional de Atletismo, nesta São Silvestre, passa pelos dez primeiros lugares da prova, uma vez que o sonho da conquista do primeiro lugar carece de mais tempo de trabalho e de melhorias em outras condições, como redferiu o presidente da FAA, Carlos Rosa.
"Ficar entre os dez melhores da prova é a meta traçada por nós, porquanto a luta pelo primeiro lugar continua a ser um pensamento para o futuro. Ainda não temos condições de trabalho para tal. Por isso, vamos procurar melhorar as nossas condições de trabalho, designadamente na área da medicina, fisioterapia, entre outras", asseverou.

Alojamento
e transportação a contento


IFAL é nome do Complexo Residencial escolhido para hospedar as comitivas angolanas e estrangeiras que fazem parte da São Silvestre deste ano. O complexo é adstrito ao Ministério da Administração do Território (MAT) e está situado no município da Samba, bairro do Futungo.
O presidente da Federação Angolana de Atletismo (FAA), Carlos Rosa, afirmou os estrangeiros ficam alojados no mesmo sítio que os angolanos para se criar empatia.
"É importante que os angolanos se hospedem no mesmo recinto que os estrangeiros para criar empatia, aspecto que acho bastante salutar para a realização de uma prova que satisfaça todos os participantes", disse. A ARTCARGO, empresa contratada pelo Governo Provincial de Luanda, vai responsabilizar-se pela transportação dos oficias e treinadores angolanos e estrangeiros. A responsabilidade da transportação dos atletas de outras províncias para Luanda fica a cargo dos respectivos governos provinciais.

Assistência médica garantida

A assistência médica é uma componente que tem merecido atenção especial por parte da organização da corrida. Desse modo, foi criada uma comissão, coordenada pelo Doutor João Mulima, presidente da Associação Provincial de Atletismo de Luanda.
Essa comissão vai contar com o apoio de uma unidade especial do Ministério da Saúde, cujos especialistas vão estar posicionados no local da partida (Mutamba), do término (Estádio dos Coqueiros) e em dois ou três pontos do percurso. A unidade vai ter disponível uma ambulância.
Quanto a patrocínios, a organização conta com o apoio do Ministério da Juventude e Desportos, com o Governo Provincial de Luanda, Unitel, Multichoise, Total, Água Bom Jesus, Pura, Refriango, Sistec, Sonangol e MC. Transitários. João do Nascimento, 29 anos de idade, morador no município do Sambizanga, disse ao Jornal dos Desportos que tem feito uma preparação cuidada para participar na São Silvestre. Para ele, o objectivo não é só a vitória mas a participação em si.
"Estou bastante satisfeito pelo facto de estar a fazer uma boa preparação para conseguir uma boa participação na prova. A minha intenção não é estar entre os primeiros lugares. O importante é o convívio com os outros, algo que pode elevar a minha auto-estima e, se calhar, a de todos os participantes", afirmou.

Meeting regressa vinte anos depois 

A redução do percurso para 10 mil metros, ao contrário dos 15 habituais, originou o relançamento do "meeting", que não se acontecia há mais de 20 anos.
O presidente da FAA afirmou que os 15 mil metros que a prova tinha anteriormente inviabilizavam a realização do ‘meeting’, mas com a nova medição olímpica este vai ser relançada.
"Com a nova medida olímpica do percurso, estamos em condições de relançar o ‘meeting’, 20 anos depois. Segundo especialistas, um dia depois dos atletas fazerem 15 mil metros, não se aconselha participarem em ‘meetings’. Agora, com a nova medida, realizaremos o ‘meeting’ internacional. As provas serão as de 1.500 metros masculinos e femininos, 3000 metros femininos, 3000 metros obstáculo (apenas para masculinos) e uma de 5000 metros masculinos e femininos", disse Carlos Rosa.
Entre outros objectivos, o relançamento do "meeting" vai fazer com que o Estádio dos Coqueiros volte a ser um local de convívio para os antigos participantes.

Tabela de premiação
A organização da prova criou prémios para os atletas que ficarem entre os oito primeiros lugares, cuja tabela está estruturada da seguinte forma:

1º Classificado 10.000 dólares
2º Classificado 8.000 dólares
3º Classificado 6.000 dólares
4º Classificado 4.000 dólares
5º Classificado 3.000 dólares
6º Classificado 2.000 dólares
7º Classificado 1.000 dólares
8º Classificado 500 dólares