Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Sentia-me acarinhado pelos adeptos

Sardinha Teixeira - 19 de Agosto, 2010

Samuel João da Silva proura um clube

Fotografia: Paulo Mulaza

Inspirado em Paulo Bunze e Godinho, grandes referências do andebol angolano dos anos 80, Yabala afirma que foi uma enorme responsabilidade ao envergar, na época, a camisola do Interclube."Senti uma grande satisfação por desfrutar o prazer de representar uma equipa com aqueles créditos e de sentir a força de uma massa associativa impressionante, ainda por cima, a fazer aquilo de que mais gosto: jogar andebol", comentou.

Samuel Silva realça o carinho que recebeu dos adeptos do Interclube."Fui muito acarinhado.Não só pelos adeptos, mas também por todos os responsáveis do clube. Só tenho pena de nem sempre o nosso pavilhão estar bem composto.  

Trabalhávamos todos os dias para atrair a atenção de mais adeptos para a modalidade e não desistíamos desse objectivo. Quero voltar a celebrar títulos no clube com o pavilhão cheio, agora nas vestes de técnico", acrescentou.

A jogar na posição de ponta direita, o atleta alerta para o seguinte:"É sempre bom sermos reconhecidos pelo nosso trabalho.Todos os jogadores ambicionam ser melhores a cada dia que passa, embora o ser considerado o melhor seja sempre relativo. Dava-me mais força para continuar a evoluir, saber que existia quem me reconhecesse qualidade.Fui apontado como melhor jogador nos dois últimos anos, o que me deixou radiante".

Durante a sua carreira, o antigo andebolista do Interclube teve cinco internacionalizações, repartidas entre a agremiação da Polícia e a Selecção Nacional. Yabala conheceu a ex-URSS, a Polónia e a Alemanha, em estágios pré-competitivos.Contudo, revela que o Interclube "foi aquele quem me formou e deu projecção, o que me leva a reservar-lhe carinho e gratidão".

A sua carreira como atleta terminou em Portugal, onde representou alguns clubes da segunda divisão do andebol português.De regresso ao país, pretende transmitir a sua experiência adquirida em terras lusas, onde fez o curso de terceiro grau de andebol.

"Por vezes, as qualidades físicas e técnicas não bastam para alcançar o sucesso. Para se ser grande jogador, há que sonhar bastante. Sempre sonhei ser um andebolista de selecção e quando cheguei a essa condição, nem reparei que já o tinha concretizado, porque o ser ambicioso leva-me a traçar sempre novas metas"salientou.

O entrevistado deixa um recado:"O desporto devia ter um lugar na vida de todas as pessoas, porque proporciona bem-estar, alivia o stress e previne certas doenças. Não me imagino sem praticar desporto. Mesmo durante as férias, não consigo estar parado. Estou sempre a praticar desporto com os amigos e vou algumas vezes por semana ao ginásio".

Altos & Baixos ...

Vitórias justas


"Os títulos que conquistei com o Interclube foram vitórias justas. Jogámos muito bem durante todas as épocas.Um grande obrigado a todos os nossos adeptos, aos dirigentes e aos jogadores que conseguiram tais feitos.Temos de aprender que ainda há margem de manobra para melhorar e para evoluir"

O pior já passou

"Na minha opinião, os piores momentos já passaram.A modalidade está no bom caminho, há mais jogadores de qualidade no campeonato, embora jovens. Espero que os agentes do andebol tenham percebido que não é com guerras que a modalidade volta ao patamar que já ocupou. Com a devida estabilidade, alcançaremos êxitos", afirmou.

Quem é quem ...

Nome: Samuel João da Silva (Yabala)
Data de Nascimento: 17/10/64
Natural: Luanda
Estado civil: Casado
Nacionalidade: Angolana
Peso: 100 Kg
Altura:1,87 Cm
Modalidade: Andebol
Posição: Lateral esquerdo
Clube do coração: Interclube
Prato preferido: Cozido a portuguesa
Tabaco: Não
Uma necessidade: Ter saúde
Bebida: Sumos naturais
Número de calçado: 45
Hobbyes: Filmes e praticar desporto
Religião: Católica
Cor: Azul
Poligamia: Respeito
Música: Semba
Esplanada ou discoteca: Esplanada
Droga: Contra
Filmes: Drama
País: Angola
Cidade: Luanda
Campo ou praia: Praia
O que mais detesta: Falsidade