Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

"11 contra o bola"

19 de Novembro, 2014

Astros internacionais do futebol formam uma frente comum com a Fifa, a Confederao Africana de Futebol (CAF) e especialistas sanitrios para sensibilizar o pblico mundial

Fotografia: AFP

Neymar, Cristiano Ronaldo, Philipp Lahm e Didier Drogba juntaram-se à luta contra o vírus ébola, através da campanha da Fifa “11 contra o ébola”, na qual divulgam 11 conselhos contra a doença com a ajuda de médicos e especialistas, conforme anúncio da entidade máxima do futebol mundial.

“Astros internacionais do futebol formam uma frente comum com a Fifa, a Confederação Africana de Futebol (CAF) e especialistas sanitários para sensibilizar o público mundial e promover singelas medidas preventivas na luta contra o ébola”, explicou a Fifa.

Cristiano (Real Madrid), Neymar (Barcelona), Drogba (Chelsea) e Lahm (Bayern de Munique), entre outros, participam da campanha multimedia, lançada nesta segunda-feira sob o lema “Juntos podemos vencer o ébola”. Nelas, os jogadores compartilham as mensagens, junto a vídeos, áudios, cartazes e fotos.

“A finalidade de cada uma das mensagens, como por exemplo 'Notifique doenças suspeitas' ou 'Cozinhe bem a carne', é facilitar ao público a compreensão de como o vírus se propaga e oferecer informações claras, a fim de evitar que o ébola seja transmitido nas comunidades afectadas”, esclareceu o organismo, que elogiou a força do desporto para difundir as informações contra o surto.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, disse: “Esperamos que o futebol possa ajudar com esta campanha contra o ébola unir o mundo para combater o vírus e ajudar as comunidades afectadas”.

Por sua vez, o chefe médico da entidade, Jiri Dvorak, lembrou a campanha “FIFA 11 para a saúde”, realizada em 15 países africanos, e frisou: “Quando o futebol fala, todo o mundo escuta”.