Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Acometida de acromegalia

31 de Janeiro, 2015

 A gigante russa Uliana Semionova sofre com a doença que a fez crescer tanto e mal consegue ficar em pé actualmente

Fotografia: AFP

Os jornais definiram Uliana Semionova como "arrasadora". A jogadora de 2,13 metros de altura era titular da selecção feminina de basquetebol da União Soviética desde os 16 anos de idade. Semionova cansou-se de bater recordes no basquetebol. No histórico consta a participação invicta na selecção durante 18 anos e a única derrota foi em 1986 diante dos Estados Unidos da América.

Hoje, aos 62 anos de idade, Uliana Semionova sofre com a doença que a fez crescer tanto e mal consegue ficar em pé.

Nascida na Letónia, a ex-jogadora sofre de uma doença chamada acromegalia, provocada pelo excesso de um hormónio de crescimento, fenómeno que sempre lhe causou muitas dores. Semionova superou isso tudo para brilhar no desporto. Com 13 anos e 1,93 metros de altura, chamou a atenção dos técnicos de basquetebol.

Na fase adulta, Semionova atingiu 2,13 metros, 120 quilogramas e calçava 58. Cansou-se de comemorar títulos. Foi bicampeã olímpica (em 1976 e 1980), tricampeã Mundial e conquistou dez europeus consecutivos, além de 32 troféus pelas suas equipas. Um verdadeiro fenómeno.Quando foi jogar na Espanha, foi motivo de festa.

"As meninas animaram-se muito em ter-me como a jogadora de basquetebol mais alta do mundo", disse Semionova em 1988, à ABC. No entanto, guardar dinheiro foi impossível com o regime soviético vigente na época. Uliana Semionova tinha direito a apenas 400 dólares por mês, já que boa parte do seu salário ficava com o governo. Por isso, dirigentes e jogadoras locais  ajudavam-na com a alimentação e recursos básicos.

O reconhecimento pela sua história no desporto foi mundial. Entrou para o "hall" da fama do basquetebol e tornou-se na primeira atleta sem naturalização norte-americana a conseguir tal feito.

Relatos recentes indicam que Uliana Semionova trabalha em programas de auxílio a ex-atletas. Fisicamente, mal fica de pé e anda um pouco com a ajuda de muletas, mas o seu nome está na história. E o destaque é tão grande quanto a sua altura.


CHRISTINA AGUILERA
Cantora está ansiosa para actuar no All-Star Game

Aguilera vai actuar antes do começo do jogo de exibição, que vai ser disputado no dia 15 de Fevereiro, no Madison Square Garden, em Nova Iorque. Nas redes sociais, a artista mostrou-se feliz e ansiosa por ser um dos rostos que vai animar o evento. “Mal posso esperar por actuar no All-Star Game da NBA”, escreveu no Twitter, após a liga norte-americana de basquetebol ter anunciado, na terça-feira, a sua presença na casa dos Knicks. Durante o intervalo, a jovem cantora Ariana Grande vai dar um colorido ao espectáculo.Este é um dos momentos mais esperados da época da NBA, em que as duas conferências, Leste e Oeste, são representadas pelos jogadores mais votados pelos fãs da modalidade.