Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Asprilla "bate" em Neymar

19 de Junho, 2015

Neymar envolveu-se em polémicas na derrota por 1-0 para a Colômbia

Fotografia: AFP

Neymar envolveu-se em polémicas na derrota por 1-0 para a Colômbia, na noite desta quarta-feira. No primeiro tempo, recebeu o cartão amarelo após levar a mão à bola e, depois do apito final da etapa complementar, envolveu-se em confusão com adversários foi expulso de forma directa pelo árbitro Enrique Osses. Ídolo colombiano, o ex-atacante Faustino Asprilla detonou a postura do camisa 10 da Selecção Brasileira através das redes sociais.

"Neymar, vá para Hollywood", publicou no seu Twitter, considerando que o jogador do Barcelona é exagerado nas quedas ao sofrer faltas, para completar em seguida: "Neymar é uma mentira para o futebol!".

Ex-atacante do Atlético Nacional e da selecção colombiana, Asprilla teve passagem pelo Brasil entre 1999 e 2001, quando chegou a defender o Fluminense e o Palmeiras. Consagrou-se, porém, em terras europeias, onde defendeu o Parma-ITA e o Newcastle-ING. Defendendo a equipe italiana, conquistou duas vezes a Liga Europa (1994/95 e 1998/99), que então era conhecida como Copa da Uefa.

Agora aposentado, o ex-atacante de 45 anos costuma dar pitacos polémicos sobre o futebol mundial, especialmente em situações que envolvem colombianos. Há alguns meses criticou o treinador do Manchester United, Louis van Gaal, por utilizar pouco Falcao García na equipa. Já nesta semana, antes de criticar Neymar, disparou contra Cristiano Ronaldo, pedindo ao português que deixe James Rodríguez bater mais faltas no Real Madrid.



EM LÁGRIMAS
Arturo Vidal pede desculpa por acidente

Arturo Vidal mostrou-se envergonhado, ontem, pelo acidente que sofreu na terça-feira, quando conduzia sob o efeito de álcool, reconhecendo em conferência de imprensa, onde surgiu bastante emocionado, que falhou a todos os chilenos.

"Quero desculpar-me perante os meus colegas, a equipa técnica, os dirigentes e com todo o país. Falhei a todos», afirmou o médio da Juventus. "Custa-me muito falar. Estou muito envergonhado com o que aconteceu», acrescentou, prometendo ainda dar o máximo para ajudar a sua selecção a ganhar a Copa América.