Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Assinatura cria prejuzo

21 de Maio, 2015

Na marcao do 200 try internacional sacou a lente da cmara e escreveu o nome

Fotografia: AFP

Foi sem querer, mas o jogador de rugbi Collins Injera deu um prejuízo de 60 mil libras  com uma simples assinatura. Este é o valor da lente danificada de forma irreversível pelo queniano na vitória do Quénia por 24 -12 sobre o Japão, em Londres, no último domingo.
Conforme  o site World Rugby, Collins já tinha planeado tudo. Inspirado no gesto de tenistas de assinar as câmaras de transmissão a cada vitória, Collins entrou em campo com uma caneta no bolso.
Ao marcar o seu 200º try internacional, foi em direcção à câmara, sacou o objecto e escreveu o seu nome. Tudo lindo e comovente, só que não saiu barato.
Ao tentar remover a assinatura, o operador da câmara percebeu que o jogador tinha usado uma caneta com marcação permanente. Ou seja: qualquer filmagem agora feita com a lente, vai  ter como fundo o nome Collins Injera. Perda total.
Ou quase. Alguns fãs do Twitter sugeriram que a câmara seja leiloada. Será que algum lance será o suficiente para cobrir o prejuízo de 60 mil libras?