Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Astro do futuro na TPA

Hermnio Fontes - 13 de Outubro, 2013

Programa de caa talentos do futebol estreia hoje na Televiso Pblica de Angola

Fotografia: Jornal dos Desportos

Um concurso de talento    de futebol, denominado “Astro do Futuro”, estreia hoje, às 11 horas, no canal 1 da Televisão Pública de Angola, no sentido de encontrar uma nova “estrela” para representar o Sport Lisboa e Benfica, como foi o avançado Pedro Mantorras.

Com 12 episódios, o novo programa de entretenimento televisivo marca uma nova era na caça de talentos na modalidade rainha, no país. O último episódio está aprazado para o dia 29 de Dezembro, data em que se espera encontrar a “estrela do futebol”. O programa abrange crianças dos 12 a 16 anos de idade.

Organizado por uma empresa de direito angolano, a Adriano Maia, o corpo de jurado constituído por Joaquim Dinis “Brinca n’Areia”, Carlos Queiroz “Man Queiras” e o antigo guarda-redes dos Palancas Negras, João Ricardo, inscreveu para o casting mais de três mil crianças, nas quais apurou apenas 32 são postos à prova e testados até ao limite das suas capacidades.

Cada programa televisivo vai contar com oito atletas, até se encontrar os oito finalistas. Apenas um vai ser eleito “Astro” do futebol angolano, com direito a um estágio patrocinado pela Caixa Futebol Campus em Portugal em nome do Sport Lisboa e Benfica.

Durante o programa televisivo “Astro do Futuro”, os júris, apelidados de verdadeiras lendas vivas do futebol angolano, antes e depois da independência nacional, avaliam as capacidades de cada jogador em várias vertentes: velocidade, domínio de bola e colocação de remate à baliza. O objectivo é encontrar um avançado completo, tal como foi Mantorras.

Após a primeira edição, o grupo Adriano Maia espera repetir a experiência na primeira metade de 2014, mas fora da cidade de Luanda. Benguela e Lobito aparecem na liderança da lista.

O programa é patrocinado pelo Banco de Poupança e Crédito (BPC) e com apoio de várias entidades, dos quais, a Federação Angolana de Futebol e a Clínica de fisioterapia, Bom Senso.


ORLANDO CRUZ 
O pugilista polémico


O porto-riqueho Orlando Cruz sobiu aos ringues ontem e disputou o cinturão dos pesos-pena contra o mexicano, Orlando Salido, pela Organização Mundial de Boxe (OMB). Cruz, que assumiu publicamente ser homossexual, usou uma roupa em homenagem ao movimento LGBT. O lutador esteve com um calção e um roupão de entrada com as cores do arco-íris, que é o símbolo do movimento. Orlando Cruz não esconde o orgulho de representar os gays. O pugilista afirmou que dedicou a sua luta ao povo de Porto Rico e ao movimento LGBT.

“Dedico a minha luta ao (movimento) LGBT e a todo Porto Rico, porque eles tem um novo campeão”, revelou Cruz. No entanto, muitos fãs do lutador não gostaram de saber que ele usou uma roupa que representa o movimento LGBT. Para alguns, o pugilista deveria subir aos ringues com calções e roupão que representassem as cores do seu país. Orlando afirmou que não teve intenção de desrespeitar Porto Rico. “Eu respeito a bandeira de Porto Rico. Não há más intenções envolvidas nisso. Sempre irei representar com orgulho o meu país e os meus fãs. Por favor, aceitem as minhas desculpas se lhes ofendi. Não quis criar nenhuma controvérsia”, disse o lutador.


KÁTIA AVEIRO
A futebolista na música


Kátia Aveiro falou com o apresentador Pedro Fernandes sobre a carreira e... o irmão, Cristiano Ronaldo no programa “5 para a meia-noite” da RTP1. “Há dois lados (ao ser irmã de CR7): um muito bom pelo reconhecimento que tenho e um menos bom, porque tenho trabalho a dobrar para mostrar que não sou só irmã do Ronaldo”, disse a cantora, revelando que tem jeito para o futebol. “Também dou uns toques na bola”, garantiu. Quanto ao percurso no mundo da música, Kátia deseja realizar em breve um sonho: fazer um dueto com Jennifer Lopez. “Está tudo bem encaminhado para que isso aconteça. Tudo é possível...”, referiu. No final do programa, houve ainda tempo para a mana do jogador do Real Madrid cantar o seu single de sucesso “Boom sem parar”.


ADRIAN PETERSON
Filho espancado


O filho de Adrian Peterson, astro do Minnesota Vikings e um dos maiores destaques da actualidade na NFL, deu entrada na quarta-feira no hospital após ter sido espancado pelo namorado da sua mãe. A criança, que tinha apenas 2 anos, estava na Unidade de Cuidado Intensivo de um hospital em Dakota do Sul, nos Estados Unidos da América e veio a falecer na noite da última sexta-feira. O menino não resistiu aos ferimentos sofridos pelas agressões, segundo a polícia local. Na quarta-feira, após espancar a criança, Joseph Patterson ligou para a polícia a avisar que o menino tinha sofrido um acidente. Instantes depois, a polícia local viu que não se tratava de um acidente, mas sim de um espancamento e prendeu o homem, indiciando-o por crime de agressão com agravante por violência infantil. Na sexta-feira, no regressar aos treinos, Adrian agradeceu o apoio dos fãs e garantiu presença na partida de hoje, contra o Carolina Panthers. “Eu agradeço o apoio que tenho recebido dos fãs da equipa. É um problema pessoal e vou pedir a todos que respeitem a minha privacidade e não me questionem sobre isso. O futebol americano deixa-me forte em momentos complicados”, disse o running back.


NO BRASIL
Árbitro de futebol
vira profissão


Após 12 anos em discussão na Câmara dos Deputados do Brasil, o projecto que transforma árbitros de futebol em profissão regulamentada foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff. O texto com a aprovação presidencial foi publicado na sexta-feira no Diário Oficial da União, com a conclusão de que os juízes de futebol possuem o direito de “organizar-se em associações profissionais e sindicatos”. Além disso, também vão ter o direito de prestar serviços às entidades de administração, ligas e entidades futebolísticas no Brasil”. O único veto da presidente foi ao Artigo 3º da lei, que designa habilitação e requisitos necessários para o exercício da profissão a serem definidos por um estatuto próprio. “A criação da profissão representa a mais importante mudança em todos os tempos na arbitragem brasileira. Com a nova lei, haverá a reorganização nas relações de trabalho que serão mantidas entre as entidades organizadoras do futebol e a categoria, por meio dos sindicatos e da entidade nacional dos árbitros”, disse o presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), Marco Antonio Martins, que ainda frisou o facto de os árbitros passarem a ter mais independência e tranquilidade para trabalhar.


BREVES

Hayden aceita pedido de casamento

O amor não liga, realmente, à diferença de alturas... Assim é com Hayden Panettiere (1,57 m) e Wladimir Klitschko (1,98 m), que decidiram subir ao altar, após quatro anos de namoro. A actriz confirmou, num programa de TV, que aceitou o pedido de casamento do campeão mundial de boxe. O anúncio acontece numa altura em que Hayden está envolvida numa polémica, pois uma revista garante que esta tem um caso com Jay Hernandez, com quem contracena na série “Nashville”.


Bill Clinton e Mcllroy unidos pelo golfe

O antigo presidente dos Estados Unidos da América encontrou o golfista, Rory Mcllroy – namorado da tenista Caroline Wozniacki –, na Irlanda, e aproveitou para jogar uma partida de golfe com o atleta. No mesmo dia, Bill Clinton visitou, ainda, a fundação do antigo número 1 mundial, Rory Foundation, que ajuda as crianças carenciadas por todo o Mundo. “Fantástico dia na Irlanda a jogar golfe com @McllroyRoy e a conhecer melhor o trabalho da fundação @roryfoundation”.