Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Avalanche volta a atacar

26 de Janeiro, 2015

Esquiadores morreram devido a avalanche de grandes proporções nos Alpes franceses

Fotografia: AFP

Os desportos de Inverno voltam a ficar privados dos seus atletas na presente época. Depois das duas promessas norte-americanas terem perdido a vida enquanto visitavam um circuito de uma das provas do campeonato do mundo de esqui, agora chegou a vez de seis atletas.
Uma avalanche de grandes proporções matou, no último sábado, seis esquiadores nos Alpes franceses. A informação é dos serviços de emergência dos Alpes.

Os esquiadores, quatro homens e duas mulheres de nacionalidade francesa, com idades entre 50 e 70 anos, partiram no sábado de manhã para esquiar e foram surpreendidos por uma forte nevasca, indicaram as autoridades da região.
À noite, três corpos foram encontrados e os outros, três horas mais tarde, depois de retomadas as buscas, suspensas devido ao mau tempo. O grupo estava a uma altitude de cerca de 2.500 metros.

Quando partiram, "o céu estava claro e o risco de avalanche era de 3 sobre 5", disseram as autoridades.
Pelo menos 11 pessoas morreram em avalanches em França desde o início da época de Inverno 2014/2015, de acordo com uma contagem da AFP com base em dados da Associação Nacional para o Estudo da Neve e Avalanche (ANENA).

Cerca de 30 pessoas morrem todos os anos em avalanches em França, de acordo com a ANENA.
Michael Schumacher, ex-piloto da Fórmula-1, sofreu acidente no dia 29 de Dezembro de 2013, enquanto esquiava nos mesmos Alpes franceses. O alemão sofreu uma pancada na cabeça resultante do choque com uma pedra. Alguns especialistas apontaram que a câmara de imagem fixada no capacete é a responsável pelo coágulo criado no cérebro do ex-piloto. Um ano depois, o pentacampeão mundial de Fórmula-1 continua na cadeira de rodas, depois de longo período em coma em hospitais franceses e da Suíça.