Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Camares perde Mzague

18 de Novembro, 2014

Camares perde Mzague

Fotografia: AFP

Onze anos depois da morte de Marc-Vivien Foé, a tragédia novamente volta a bater à porta do futebol camaronês e também mundial. O meio-campista Valéry Mézague, de 30 anos, foi encontrado morto no seu apartamento, na cidade de Toulon, em França, no último sábado.Conforme  a imprensa local, a polícia não encontrou indícios de violência ou arrombamento no local, cogita a hipotése de o jogador ter cometido suicídio. Horas depois, o Sporting Toulon, clube no qual Mézague actuava, lamentou a morte do atleta por meio das redes sociais.

“É com grande tristeza que o Sporting Toulon comunica a morte de Valéry Mézague. O clube recebeu com grande tristeza a morte de um dos seus jogadores. O pensamento está voltado para família”, disse a mensagem no twitter oficial do clube.Mézague teve passagem curta e de triste lembrança pela selecção do seu país. Na Copa das Confederações de 2003, o médio substituiu Marc-Vivien Foé na semifinal, com a Colômbia, após o companheiro sofrer uma parada cardíaca e desabar em campo. Ele foi declarado morto horas depois. Além do Sporting Toulon, Mézague teve passagens por Montpellier, Portsmouth, Sochaux e Le Havre.

Breve
Maxi a caminho do segundo casamento

A eleita é a manequim sueca Daniela Christiansson, com quem apareceu na Semana de Moda de Milão, em Setembro. Depois de Wanda Nara, o jogador do Chievo, Maxi López, prepara-se para voltar a trocar alianças. É o que avança a imprensa argentina, que dá conta do pedido de casamento do futebolista ao modelo. O craque segue o exemplo da ex-mulher que voltou a casar-se, tendo sido Mauro Icardi, outro jogador, o escolhido.

A inspiração de Novak Djokovic
Novak Djokovic nem precisou de entrar no court para se sagrar vencedor do ATP World Finals, que teve lugar em Londres, pela terceira vez consecutiva. Mas quando acordou estava longe de imaginar a desistência do tenista suíço Roger Federer, devido a lesão, e decidiu motivar-se ao ler a revista de domingo do “The Times”, na qual foi o destaque principal. “O que eu li de manhã para um pouco de inspiração”, revelou o sérvio no Facebook.