Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

City Sport loja desportiva

Paulo Caculo - 30 de Maio, 2012

Angolanos tm agora mais uma opo para adquirir produtos das duas marcas mundialmente conhecido

Fotografia: Domingos Cadncia

Os desportistas do país e os luandenses, em particular, têm agora mais opções de compra de material desportivo das marcas Adidas e Nike. A City Sport, agente revendedor das marcas mundialmente conhecidas, abriu a sua primeira loja em Angola na segunda-feira, fruto de uma parceria com empresários nacionais. Durante a cerimónia de inauguração, realizada nas instalações da loja, localizada nas imediações do Zé Pirão, Francisco Félix, um dos representantes da direcção da marca City Sport, fez questão de sublinhar os objectivos do Grupo Mercure, no âmbito da parceria com a empresa Sport Network, baseada no principado de Mónaco. “A iniciativa surge no quadro de um esforço dos parceiros no sentido de colocar no mercado nacional uma variedade de marcas internacionais num único espaço comercial, com o objectivo de facilitar a vida dos nossos clientes e potenciar a nossa reputação no mercado nacional”, disse ele, acrescentando tratar-se da primeira grande oferta muito diversificada em termos de marcas e de preços, de todas as gamas “para satisfazer todo o tipo de clientes e de revendedores”. Félix Vankool, representante da Sport Network, afirmou que o grupo está decidido em alargar o leque de lojas por todo o país. “Estamos em 2012 e daqui a dez anos estamos em condições de abrir mais dez lojas da City Sport na cidade de Luanda e em toda Angola.”

TRIBUNAL DE TRABALHO
Imperador Adriano cobra salários


O jogador Adriano está a mover uma acção no Tribunal de Trabalho contra o Corinthians. O atleta teve uma passagem de menos de um ano pela equipa paulista, mas afirma que os seus direitos de imagem não foram pagos correctamente entre Dezembro de 2011 e Março de 2012.
A assessoria de imprensa do clube afirmou que os direitos de imagem são pagos com a apresentação da nota fiscal do jogador, algo que Adriano não fez nos meses reclamados por ele na Justiça. O avançado não fala publicamente sobre o assunto, mas cobra na Justiça 400 mil dólares.
Adriano resolveu apresentar a acção na Justiça assim que o Corinthians anunciou que a sua demissão tinha sido por justa causa e não uma rescisão amigável. As partes chegaram a negociar uma indemnização, mas depois puseram o caso de lado.

RECEITA DE FUCILE
Gambas com pitada de Neymar
Quando faltam 12 dias para a meias-finais da Taça Santander Libertadores entre Santos e Corinthians, o clássico ganhou uma dose de “pimenta”. A página do lateral-direito do Santos, Fucile, no Facebook, traz uma receita de gambá, em clara provocação ao rival. O texto, em espanhol, foi publicado na tarde do último domingo e, em pouco menos de uma hora, já se tinha propagado pelas redes sociais. Na mensagem, o uruguaio ensina a preparar um prato com o animal, que é associado ao Corinthians pelas claques rivais como forma de provocação. A “receita” conta com “11 gambás, uma pitada de Neymar, duas colheres de sopa de Fucile e um mar branco”, entre outros “ingredientes”.

SOL CAMPBELL
Euro tem risco elevado

O ex-jogador inglês Sol Campbell aconselhou os adeptos do país a não viajarem para a Polónia e a Ucrânia, palcos do Euro’2012. O ex-defesa do Arsenal e do Tottenham afirmou, durante o programa “Panorama” da rede “BBC”, que há o risco dos adeptos voltarem para casa dentro de um caixão. “Fiquem em casa, vejam pela televisão. Não se arrisquem, porque podem voltar para casa dentro de um caixão. Penso que eles erraram”, afirmou Campbell, dando conta que a UEFA errou ao apontar os dois países do Leste Europeu como sedes da Euro’2012. O temor de Campbell explica-se devido à ameaça de racismo e de violência contra os adeptos ingleses, principalmente na Ucrânia. O documentário exibido pela “BBC” na segunda-feira mostrou adeptos ucranianos a fazerem a saudação nazi e a imitar sons de macacos para jogadores negros. Outras imagens mostraram claques a entoar cantos anti-semitas e um grupo de asiáticos a ser espancado no estádio do Metalist, em Kharkiv, uma das sedes do Euro.

LOLO JONES
“Ser virgem é mais difícil”

A corredora norte-americana Lolo Jones surpreendeu o mundo nos últimos dias, quando escreveu na sua página do Twitter que era virgem. Em entrevista ao programa Real Sports, da HBO, falou sobre o assunto. “É algo que quero guardar para o meu marido. Mas, se existem outras virgens por aí, saibam que isso é muito duro. É a coisa mais difícil que fiz na minha vida, mais difícil do que treinar para os Jogos Olímpicos, mais difícil do que formarmo-nos na faculdade”, revelou. Lolo Jones, de 29 anos de idade, é especialista nos 60 metros barreiras, prova da qual já foi duas vezes campeã mundial indoor. Para ela, a virgindade não atrapalha o seu desempenho. “Já tive muitas tentações, principalmente na altura da universidade. Muitos garotos, inclusive, diziam-me: ‘Sabe, se fizeres sexo, isso vai ajudar-te a correr mais depressa’. Mas não aceitei a ideia. Realmente, queria a medalha de ouro, mas não foi daquela vez. Quero casar”, disse Lolo, entre risos.