Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Condenado a prisão

16 de Abril, 2015

Em 2011, foi penalizado com uma prisão perpétua por instigar o assassinato de Gonzalo Acro, um adepto do River, em Agosto de 2007.

Fotografia: AFP

Um tribunal argentino condenou na última a 12 anos de prisão, o ex-chefe de uma claque organizada do River Plate, Alan Schlenker, por considerá-lo co-autor de um assassinato em 2001. O Tribunal Criminal número seis, da cidade de San Isidro, na província de Buenos Aires, condenou Schlenker e ordenou a sua detenção imediata pelo assassinato a  tiros de Mario Sansi, um traficante de drogas, em 2001, num bairro da cidade de Munro, na mesma província.

O ex-líder da Los borrachos del Tablón, como é conhecida a claque organizada do River, foi retirado dos tribunais algemado e escoltado pela polícia, conforme informou a agência oficial Télam. Esta é a segunda condenação de Schlenker. Em 2011, foi penalizado com uma prisão perpétua por instigar o assassinato de Gonzalo Acro, um adepto do River, em Agosto de 2007.