Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Dia de decises

31 de Julho, 2010

Tcnico militar com tarefa difcil essa tarde na Cidadela Desportiva

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Agosto e o técnico Drulovic têm hoje de contornar uma desvantagem de dois golos para chegar à fase de grupos da Taça da Confederação Africana. A derrota por 2-0 na jogo da primeira-mão diante dos líbios do Al Ittihad torna a tarefa da equipa militar hercúlea e só com o esforço combinado de todos é possível levar o d’Agosto a um patamar mais alto na segunda competição mais importante de clubes da Confederação Africana de Futebol. De qualquer forma, é preciso acreditar. Drulovic sabe perfeitamente com que linhas deve coser esta tarde a sua equipa para a alegria da nação futebolística.

Festa da irmandade

Em Maputo, capital de Moçambique, vive-se a festa da irmandade. Centenas de jovens ligados pela língua portuguesa participam nos Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, no qual o primeiro objectivo não é, seguramente, a luta pelos títulos, mas o convívio fraterno entre pessoas de culturas diferentes, ligados por laços que não se quebrarão jamais. Angola está presente em Maputo e os jovens desta pátria sabem que têm tudo para saírem da capital moçambicana mais enriquecidos.

Em guerra no tribunal

O futebolista francês Nicolas Anelka processou o jornal “L’Equipe” por difamação, acusando o diário de distorcer as palavras que dirigiu ao seleccionador Raymond Domenech, no último Campeonato do Mundo da África do Sul. O jogador nunca negou o confronto verbal com Domenech no intervalo do jogo França-México, no passado dia 17 de Junho, mas considerou que o jornal distorceu as suas palavras numa notícia que fez publicar na primeira página sobre o incidente.

O julgamento começa em Outono, segundo o jornal “L’Equipe”, na sua edição online de ontem, e que vai chamar como testemunhas abonatórias “várias pessoas que assistiram à cena”. A Federação gaulesa decidiu expulsar Anelka, quando o caso se tornou público e, na sequência da decisão, os jogadores recusaram-se a treinar, mantendo-se no interior do autocarro. Em França, o caso ficou conhecido como o “autocarro da vergonha”.

O mais odiado do mundo

O Manchester United é o clube mais odiado do mundo. É o que aponta uma pesquisa divulgada pela revista americana “Sports Illustrated” e reproduzida pelo jornal inglês “Daily Mail”. Os títulos recentes do United, desde o início da década de 90, elevaram o clube ao patamar de equipa odiada, segundo a revista. A “Sports Illustrated” cita também a conquista da Liga dos Campeões da Europa de 1999 como evento que aumentou a repulsa pelo clube inglês.

Na ocasião, o Manchester United venceu o Bayern de Munique, por 2-1, nos últimos minutos da partida, depois de estar a perder. No fim daquele ano, ainda venceu o Mundial Interclubes contra o Palmeiras do Brasil. Na lista de conquistas do Manchester, estão: 18 Campeonatos Ingleses, 11 Taças da Inglaterra, quatro Taças da Liga, 17 Supertaças da Inglaterra, três Liga dos Campeões Europeus, uma Supertaça europeia e dois Mundiais.

Muda a cor da Jabulani

A decisão da Liga de Clubes de Portugal de usar a bola do último Mundial, a polémica Jabulani, no campeonato português permanece, mas a cor da bola mudou. A ideia inicial era utilizar uma Jabulani diferente, laranja. Depois de muito se discutir, os portugueses resolveram utilizar uma bola idêntica à do mundial, branca. Os clubes começão a receber os novos modelos da Jabulani a partir do dia 5 de Agosto. Muito criticada na África do Sul, a Jabulani, devido aos muitos desvios que toma no ar, chegou a ser chamada de “sobrenatural” por Luis Fabiano e de “patricinha” por Felipe Melo, pois “não gosta de ser chutada”.