Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Ex-campeão admite uso de anabolizantes

06 de Junho, 2015

Mark Kerr encerrou a carreira no MMA com um cartel de quinze vitórias onze derrotas e uma luta sem resultado

Fotografia: AFP

No auge no MMA, entre o final dos anos 90 e início dos anos 2000, o norte-americano Mark Kerr foi um dos lutadores que mais levantaram suspeitas sobre o uso de substâncias ilegais, devido à forma física gigantesca. Porém, após tantos anos, Kerr assumiu ter feito uso de anabolizantes, tanto quando foi campeão dos torneios de pesos pesados do UFC, quanto nos tempos do extinto evento japonês PRIDE.

 “Naquela época, ninguém sabia direito o que era o UFC. Parte do que eu fiz, diante da incerteza, foi: ‘Eu vou ficar tão grande e forte quanto for possível’. (…) E então eu tive a minha primeira experiência com esteroides anabolizantes.

Na minha primeira luta no Brasil (estreia no MMA, no World Vale Tudo Championship), estava sob uma dose pequena de anabolizantes. Nas minhas primeiras lutas no UFC, estava com mais ou menos 125kg e 5 por cento de gordura corporal, eu mal cabia  num carro pequeno”, revelou Kerr, em entrevista a um documentário sobre a sua carreira.

O documentário, intitulado “Mark Kerr”, foi produzido pelo director Bobby Razak e veiculado no YouTube. Nos seus depoimentos, Kerr ainda falou sobre o abuso de outras substâncias, como analgésicos e estimulantes – no caso, Vicodin e cocaína. Além disso, o ex-lutador contou que seu fígado chegou a estar oito vezes maior do que devia  devido ao abuso de drogas para aumento de performance (PEDs).

Mas as revelação de Kerr não se resumiram somente à chamada “Era das Trevas do UFC” (antes da aquisição do evento pela Zuffa, empresa que comanda a organização até hoje). O norte-americano também falou sobre o uso de substâncias para aumento de desempenho no extinto evento japonês PRIDE, que durante sua existência conviveu com inúmeras denúncias de conivência com o doping, tema que voltou à pauta no ano passado, após os relatos de outro ex-atleta do evento, o japonês Enson Inoue.

Hoje com 46 anos, Mark Kerr encerrou a  carreira profissional no MMA com um cartel de 15 vitórias, 11 derrotas e uma luta sem resultado. Kerr teve uma carreira de sucesso no wrestling universitário e conquistou o título da NCAA em 1992, bateu ninguém menos que Randy Couture na decisão.
“Máquina de Esmagar”, como era conhecido, foi campeão dos torneios de pesos pesados do UFC 14 e 15.


Paddle surf
Rita Pereira rendida


Já não é a primeira vez, que Rita Pereira, mostra nas redes sociais, que é fã de paddle surf. “Tenho a prancha de paddle mais linda do Mundo”, redigiu “muito feliz” a actriz no Instagram, e exibiu a prancha ao lado de dois amigos. Certamente, vai aproveitar as altas temperaturas para praticar com mais regularidade a modalidade. A morena é uma apaixonada por desporto – já jogou basquetebol –  pelo estilo de vida saudável, como prova a excelente forma física. Foi capa da “Women’s Health” em Portugal e recentemente recebeu uma excelente notícia... É que a beleza e o corpo escultural levaram-na a ser também a protagonista da edição turca da mesma publicação.     


Selecção
Quaresma oferece camisola

Ricardo Quaresma anunciou esta quarta-feira, através da sua conta do Facebook, que vai oferecer uma camisola da selecção portuguesa assinada por ele à pessoa que realizar o melhor “meme" a partir da capa da Revista “Cristina" do qual o internacional português é protagonista. O passatempo criado pelo portista termina pelas 22 horas de amanhã, domingo, e vai ser apenas para participantes que se encontrem em Portugal. Também o segundo e o terceiro melhor "meme" vão ter direito a prémio. Neste caso uma cópia da revista Cristina com direito a igual autógrafo de Ricardo Quaresma.