Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Extremo esfaqueado

11 de Abril, 2015

Jogador do Indiana Pacers discutia com a esposa numa casa nocturna em Nova Iorque

Fotografia: AFP

Uma confusão ocorrida numa casa nocturna, na cidade de Nova Iorque, não terminou bem para três jogadores da NBA. O extremo Chris Copeland, do Indiana Pacers, foi esfaqueado no abdómen, enquanto o extremo Thabo Sefolosha e o poste Pero Antic, ambos do Atlanta Hawks, acabaram presos pela polícia da cidade por atrapalharem o trabalho dos oficiais que estavam no local.

Copeland estava na casa nocturna 1 OAK, quando por volta das quatro horas da manhã, iniciou uma discussão com a esposa, de acordo com relatos da imprensa norte-americana. Um homem, identificado como Shezoy Bleary, de 22 anos, tentou interromper a discussão e foi repreendido pelo jogador do Pacers.

Shezy Bleary puxou de uma faca e usou para acertar o abdómen de Copeland. Depois, atacou Katrine Saltara, esposa do jogador, e golpeou-a algumas vezes, acertou no braço, perna e seios, de acordo com alguns presentes. Uma terceira pessoa, também mulher, ainda foi atingida no abdómen. Os três feridos foram encaminhados ao hospital e estão em estado estável.

“Estamos cientes de que Chris Copeland foi ferido, mas cedo nesta manhã na cidade de Nova Iorque. Estamos a informar-nos e vamos actualizar, quando soubermos mais. Os nossos pensamentos estão com Chris e os feridos”, limitou-se a dizer o Indiana Pacers num comunicado assinado pelo seu presidente, o ex-jogador Larry Bird.

Quando a polícia chegou ao local, foi a vez de Sefolosha e Antic envolverem-se num caso criminal. Ainda agitados por tudo que tinha acontecido, recusaram-se sair do local para que os oficiais pudessem montar a cena do crime. Com isso, acabaram detidos e encaminhados à delegacia.

Os três atletas estavam em Nova Iorque, porque as suas equipas tiveram compromissos naquela cidade. O Indiana Pacers, de Copeland, jogou com o New York Knicks, enquanto o Atlanta Hawks, de Sefolosha e Antic, teve pela frente o Brooklyn Nets.


RYAN E RHODRI GIGGS

Irmãos estão reconciliados


A crise familiar que envolveu o ídolo de Manchester United, Ryan Giggs, aparentemente chegou ao fim depois de quatro anos. A reconciliação “encerrou” um caso de sexo, traição e rompimento. Giggs manteve um caso com a mulher do seu irmão Rhodri durante oito anos. A bomba estourou há quatro anos, quando Natasha Giggs admitiu a Rhodri manter um caso com o então jogador do Manchester United. Ainda revelou ter abortado um filho de Ryan semanas antes do casamento. A revelação foi feita dias após Ryan Giggs ter se envolvido noutro escândalo sexual: admitiu manter um affair com a beldade do Big Brother britânico Imogen Thomas. Rhodri e Natasha ainda tentaram superar a crise e sustentar o casamento. O divórcio, porém, veio em 2013. O irmão do jogador afirmou, em documentário exibido na TV britânica: “Ryan demoliu a minha família por sexo. Tenho a esperança de falar com ele”. As diferenças parecem ter sido resolvidas. Os irmãos foram fotografados a divertirem-se juntos num bar de Manchester no domingo de Páscoa, de acordo com os jornais ingleses The Sun e Daily Mirror. Uma fonte próxima dos irmãos ao The Sun afirmou que Ryan telefonou para Rhodri algumas semanas atrás. “Rhodri superou isso há muito tempo, mas nunca iria entrar em contacto com Ryan. Acreditava que Ryan deveria fazer o primeiro movimento, pois era o único que não tinha feito nada de errado”, disse.


CAROLINE WOZNIACKI

Cada vez mais próxima de J.J. Watt

Depois de no ano passado, o golfista Rory McIlroy ter terminado a relação com a tenista Caroline Wozniacki, a bela loira nunca mais foi vista com nenhum homem. Aliás, a dinamarquesa “afogou as mágoas” ao lado da melhor amiga, a tenista norte-americana e número 1 do ranking mundial, Serena Williams. Porém, tudo mudou no início desta semana, quando a atleta assistiu a um jogo do campeonato de NCAA acompanhada pelo jogador da NFL J.J. Watt. Muito cúmplices e animados, partilharam as emoções do confronto. E, no Twitter, Wozniacki escreveu: “Queria dizer que ontem foi incrível”.


NA UCRÂNIA
Salário de mansões


Uma equipa de futebol ucraniano resolveu quitar as suas dívidas salariais, de uma maneira diferente. O Chernomorets Odessa está a oferecer mansões no litoral aos atletas. O clube, que disputa a série A ucraniana, está a sofrer com problemas económicos e pode até mesmo ser punido pela UEFA devido às regras de fair-play financeiro, que podem tirar a equipa de disputas organizadas pela UEFA. O Chernomorets tem vendido alguns jogadores. Para outros e até mesmo para quem deixou o clube, a solução tem sido oferecer casas luxuosas. Sergey Kernitskiy, gerente do clube confirmou que estão a oferecer casas, propriedades perto do mar para cobrir os débitos salariais e as casas custam em torno de 67 mil libras. O clube ainda tem dívidas com os jogadores que deixaram o clube e para evitar a desqualificação da UEFA e descida de divisão na Ucrânia, “essas dívidas devem ser pagas”.