Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Final do mundial com show de Shakira

11 de Julho, 2010

Shakira apresenta ao mundo a cultura sul-africana

Fotografia: AFP

A cantora colombiana Shakira realiza um mega show hoje na cerimónia de encerramento do Campeonato do Mundo da África do Sul, no Estádio Soccer City, em Johannesburgo. O repertório de Shakira está composto por tradições sul-africanas “de um ponto de vista moderno e juvenil, com muitos efeitos especiais”.

Em 27 minutos, a cerimónia de encerramento faz alusão às experiências dos adeptos e um percurso pelos diversos períodos do Mundial, desde a fase de grupos até à final e termina com uma dança muito original e com o retorno de todos os artistas para cantar juntos. Além da Shakira e a canção oficial do Campeonato do Mundo, “Waka Waka (This Time for Africa)”, o mundo testemunha a apresentação de Joseph Shabalala, uma lenda da música sul-africana.

 

Família real Espanhola  
De alma e coração

Só o futebol tem este poder. A Rainha Sofia e os príncipes das Astúrias representam a família Real espanhola no enecerramento do Campeonato do Mundo da África do Sul, hoje, no Estádio Soccer City, em Johannesburgo. A informação é do site espanhol ABC. A Rainha Sofia protagonizou ao lado de Puyol uma das cenas mais curiosas desse Mundial, quando se dirigiu ao balneário da Espanha para cumprimentar o elenco após a vitória diante da Alemanha por 1 a 0, na última quarta-feira, nas meias-finais do torneio.

Em meio a “festança” no balneário, que os atletas tentavam arrumar, o defensa cumprimentou a monarca apenas com uma toalha envolta na cintura. Já os príncipes regressam à África do Sul, depois de testemunhar a derrota de Espanha diante da Suíça, no último dia 16 de junho, por 1 a 0. O rei Juan Carlos, submetido a uma cirurgia que retirou um temor benigno em Maio, vai acompanhar a partida em Madrid, capital de Espanha, evitando a viagem longa até à África do Sul.

Raquetes Angolanas
Em busca de prestígio

Entre sorrisos e tristezas, o ténis de campo angolano já respira uma boa lufada de ar fresco, depois do Ministro da Juventude e Desporto, Gonçalves Muandumba, extinguir a Comissão de Gestão. A decisão do Estado angolano não é de todo agradável junto da comunidade de tenistas, pois há correntes que esperavam outras medidas adicionais. Entre o sim e o não, a verdade é que o ténis de campo pode ser conduzido a bom porto por aqueles que sempre reivindicaram ganhar as eleições de forma “limpa”.

Cabe aos novos líderes colocar em prática o programa apresentado aos eleitores e elevar o prestígio do ténis de campo angolano. Desde o ano de 2008, Angola não vinca em África, um espaço comunitário onde tinha um crescimento de invejar. Muitos adolescentes eram convidados a ingressar nas diferentes academias espalhadas pelo continente, mas as quezílias ofuscaram as intenções dos patrocinadores.

Por igresso da final 
nadar entre crocodilos

Vale tudo para estar presente numa final do Campeonato do Mundo. Com tal determinação em mente, um casal sul-africano encarou um desafio inusitado e perigoso para garantir presença no Estádio Soccer City, em Johannesburgo, para conferir de perto a final entre a Holanda e a Espanha. Uma rádio local oferecia dois ingressos VIPs a quem fizesse a maior loucura pelo prémio. Maurice e Nicole Meyer não hesitaram em atravessar um rio infestado de crocodilos, segundo informou o site local Sunday Times.

Ao saber da intenção do casal, a rádio Jacaranda FM, que promovia o concurso, não apoiou a iniciativa, alegando o grande risco que correriam ao praticar o acto. Sem se intimidar, Maurice, jovem de 32 anos de idade, entrou primeiro no Crocodile River (Rio dos Crocodilos, em português) e nadou até ao outro lado. Logo depois foi a vez de Nicole, de 30 anos de idade, auxiliada por uma corda.

O irmão de Maurice ajudou na aventura com uma arma carregada e pronta a disparar, à beira do rio, caso algum animal se aproximasse dos dois. A aventura, realizada no último domingo, foi toda registada em dois vídeos e postada no Youtube. O acto de coragem rendeu ao casal, que vive em Nelspruit, o par de ingressos, avaliados em 100 mil rands (cerca de 1,2 milhões de kwanzas).

Perda das meias -finais
Alemão ataca tripulação

Nervoso por perder a oportunidade de assistir à meia-final do Campeonato do Mundo da África do Sul entre Alemanha e Espanha no Estádio Moises Mabhida, em Durban, o alemão Jorg Mardos, de 37 anos de idade, atacou um tripulante do voo 1339 da empresa aérea South African Airways (SAA) na última quarta-feira, segundo informou o diário local Sport 24.

O momento de fúria de Mardos aconteceu, quando o avião em que viajava, que iria para a cidade de Durban (local da meia-final) atrasou por conta do intenso tráfego de adeptos no aeroporto local King Shaka. Ao saber do atraso e da perda do jogo, Mardos, que estava com a família, invadiu a cabine, insultou e agrediu um dos tripulantes. O alemão foi preso, quando o avião pousou em Port Elizabeth, mas pagou fiança logo depois e foi libertado. Porém, será processado por agressão e injúria pela justiça sul-africana.