Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Fundao recusa doaes

25 de Junho, 2015

Arturo Vidal destruiu a sua viatura Ferrari aps ter conduzido sob efeito de lcool quando ia a caminho da concentrao

Fotografia: AFP

A Fundação Emília, tradicional instituição chilena que angaria fundos para ajudar vítimas de acidentes, optou por não receber doações do jogador Arturo Vidal. Por meio da sua fundação, o atleta da selecção chilena pode ter manifestado a vontade de doar os prémios em dinheiro que conseguiu até então na Copa América, para a instituição social com sede em Santiago.

 No entanto, dado o envolvimento de Vidal há cerca de duas semanas, a Fundação preferiu não fazer alianças com o jogador. Através de um comunicado divulgado em redes sociais, a Fundação Emília disse que “não tem contacto com os investigados em acidentes até que os processos sejam concluídos, basicamente, por respeitar a dor das vítimas”.

Apesar do acidente, em que Vidal destruiu a sua Ferrari não ter vitimado ninguém, o jogador continua a ser investigado depois de perder a habilitação por conduzir sob o efeito de álcool, o que foi comprovado na ocasião após exames. Ainda na nota, a Fundação reitera que “o ponto não é, se Arturo causou ou não lesões ou a morte de outros, o ponto é que arriscou a vida e a de pessoas inocentes, por não entender que o alcance de seus actos tem consequências, e essas consequências podem por vez configurarem  delitos”.

“Não o condenamos como pessoa, condenamos as  acções, que provocaram divisões na postura de todo um país e que para muitas famílias resultam em perdas dolorosas. Queremos reiterar que estamos do lado da Justiça e que seguiremos atentos aos resultados das investigações até que o processo se conclua”, finalizou o comunicado.

Apesar da sequência do processo na Justiça, Vidal está incorporado na selecção chilena e continua a treinar normalmente. Acusado de insultar os polícias depois de ter sido detido por conduzir sob efeito de álcool, e embater a sua Ferrari quando ia a caminho da  concentração do Chile, após uma noitada num casino.

DECISÃO
Tribunal  da instância absolve

O Tribunal da instância  da Comarca de Lisboa absolveu Godinho Lopes, Luís Duque, Nobre Guedes e Carlos Freitas numa das três acções judiciais, que o Sporting intentou contra esses  ex-dirigentes, disse na segunda-feira à agência “Lusa” uma fonte ligada ao processo. "O Tribunal considerou-se incompetente para julgar o litígio entre o Sporting e esses ex-dirigentes do clube, absolveu-os  e condenou  o clube a pagar as custas do processo”, acrescentou aquela fonte.

  Em causa, está  a renovação do contrato do russo Marat Izmailov,  as contratações do extremo espanhol Jéffren,  do defesa central peruano Alberto Rodríguez em 2011, que o Sporting considera ter existido “violação dos deveres de diligência e falta de racionalidade económica” na assinatura dos contratos daqueles três futebolistas.

Em Outubro do ano passado, a SAD informou em comunicado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários que foram aprovadas três propostas de acções judiciais, a envolver o anterior presidente Godinho Lopes e os administradores Luís Duque, José Filipe Nobre Guedes e Carlos Freitas, que a actual direcção acusa de violarem “culposamente os deveres de diligência e cuidado a que estavam obrigados”, causando prejuízos à sociedade.

SENSUALIDADE
Malena Costa cumpre sonho

Mario Suarez, do At. de Madrid, tem razões para estar orgulhoso da namorada. Basta olhar para a imagem e perceber a razão. Malena Costa foi uma das estrelas que desfilou na passarela  da Gran Canaria Moda Cálida neste fim de semana, atraiu as atenções com as propostas de biquínis que apresentou. “Feliz por continuar a realizar os meus sonhos”, descreveu nas redes sociais o momento em que se “passeou” nesta semana de moda dedicada ao Verão. A manequim espanhola exibiu propostas da Banana Moon, marca que tem em Sara Sampaio uma das embaixadoras.