Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Herói dispensado

01 de Junho, 2015

Depois de lutar contra o cancro Jonás esperava mais carinho da equipa inglesa

Fotografia: AFP

Gutierrez foi protagonista de uma das histórias mais emocionantes do futebol europeu. Depois de quase dois anos a lutar contra um cancro no testículo, o jogador argentino voltou a jogar há duas semanas e marcou o golo que salvou a sua equipa, o Newcastle, da despromoção no campeonato inglês. Na última sexta, o futebolista recebeu a notícia de que está dispensado do clube.
Perante o cenário, o jogador escreveu no seu Twitter: "Duas coisas aprendi com a minha doença. Como pode apoiar um jogador (claque do Newcastle) e como pode deixar um jogador sozinho (dono do Newcastle)".

O site do Newcastle confirmou a dispensa de Jonás e Ryan Taylor em comunicado. O director do Newcastle, Lee Charnley, disse que "foi um grande prazer ver Ryan e Jonás voltarem à equipa nas últimas semanas e competirem em alto nível depois das lesões e batalhas contra doenças que tiveram de superar. Atravessar períodos como esses com tanta força e dignidade deu esperança e inspiração a muitos e está claro que os nossos adeptos têm uma profunda conexão e afecto pelos dois jogadores, assim como todos associados ao clube".

Jonas descobriu o cancro meado de 2013, após sentir fortes dores na região após um jogo. Voltou à Argentina e submeteu-se a uma cirurgia para retirada do tumor em Outubro daquele ano. A ideia, no primeiro momento, era voltar aos relvados em pouco tempo. O Newcastle, porém, não quis manter o atleta e o emprestou ao Norwich City, onde sofreria com a recuperação e jogaria muito pouco no primeiro semestre de 2014.
Após o primeiro regresso frustrado, Jonás afastou-se temporariamente dos relvados para completar o tratamento contra o cancro. Àquela altura, a relação com o dono do clube, o bilionário Mike Ashley, era abertamente ruim. Jonás só revelou ao público a gravidade do seu problema em Setembro do ano passado, quando já havia feito a cirurgia e passava por sessões de quimioterapia. Nas entrevistas, deixou claro o problema com o patrão e recebeu, em troca, bastante apoio da claque.

A 14 de Abril, Jonás voltou a jogar contra o Liverpool. O regresso foi emocionante e até os adeptos rivais celebraram a recuperação do argentino. Na último jornada, o jogador foi fundamental para a permanência do Newcastle na primeira divisão. Jonás marcou o segundo golo contra West Ham e a equipa atingiu o objectivo. A claque festejou tanto como se tivesse ganho a Premier League.

O argentino faz questão de agradecer somente aos fãs. "Obrigado a todos os fãs de futebol e de Newcastle por me apoiarem e confiarem em mim. Esse é um jeito de demonstrar que sempre os vou ouvir. Vocês são muito importantes para mim. O futebol não seria o mesmo sem vocês. Todo o meu esforço e afecto são para vocês", escreveu Jonás no seu Facebook.