Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Indemnizao ex-mulher

07 de Maio, 2015

Mayweather passou dois meses na priso e cumpriu servios comunitrios

Fotografia: AFP

Floyd Mayweather chegou a ser preso nos Estados Unidos, acusado de ter agredido a ex-mulher Josie Harris, mãe de três filhos do pugilista. Agora, Josie Harris pede na justiça uma indemnização de 20 milhões de dólares, por conta de uma entrevista do lutador. O problema ocorreu, quando Mayweather tentou justificar-se da acusação de agressão num programa de TV e disse, que apenas se defendeu da ex-mulher, que estava a ter um acesso de raiva por conta de uso abusivo de drogas. Josie Harris alega, que foi agredida enquanto dormia e que os filhos do pugilista, viram parte da agressão. Contudo, ela admite que hoje é usuária de drogas por conta das mentiras de Mayweather, que acabaram por constrangê-la à escala mundial.

A suposta agressão ocorreu no segundo semestre de 2010. Mayweather foi condenado e passou dois meses na prisão, além de ter de cumprir serviços comunitários.

AVÓ DE FLOYD
QUER DESCULPAS

A avó de Floyd Mayweather Jr., Bernice, não parece muito a favor do neto ser amigo de Manny Pacquiao, com quem lutou no sábado (2 de Maio), em Las Vegas. Os dois até se abraçaram depois do combate, mas para a avó, em entrevista ao “TMZ Sports”, Pacquiao precisa primeiro  “desculpar-se por falar m..”. O combate entre Floyd Mayweather e Manny Pacquiao foi especulado durante cinco anos, antes de finalmente ser acertada para acontecer em 2015. Nesse período, os dois trocaram diversas farpas e provocações. Num resultado que gerou polémica, Mayweather venceu por decisão unânime dos jurados por 118x110, 116x112 e 116x112. Dessa maneira, o norte-americano unificou os cinturões da Organização Mundial de Boxe (WBO), da Associação Mundial de Boxe (WBA) e do Conselho Mundial de Boxe (WBC) na categoria meio-médio.


BEYONCÉ E JENNIFER LOPEZ
Estrelas mostram quase tudo na gala do MET


Depois de exibir o corpo durante o combate Floyd Maywather e Manny Pacquiao, com um decote “abusivo”, a criatividade de Beyoncé e de outras celebridades marcaram a extravagância e a ousadia em mais uma edição da gala do MET, que aconteceu no Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque. A irreverência de alguns dos convidados da gala, surpreendeu e de que maneira! Foi o que fizeram Beyoncé e Jennifer Lopez, que optaram por pisar a passadeira vermelha com modelitos que deixavam muito pouco à imaginação. Escusado será dizer que as transparências das cantoras foram dos assuntos mais comentados da gala.


IRINA SHAYK E BRADLEY
Cooper no lugar de CR7


Depois de rumores, chega agora a certeza de que Irina Shayk  substituiu Cristiano Ronaldo. A revista Hola! deu a conhecer imagens exclusivas da manequim russa com o actor norte-americano Bradley Cooper. A publicação espanhola apresenta as primeiras fotos de cumplicidade entre os dois e diz que está provado o novo romance em Hollywood. As notícias que davam conta de uma relação amorosa entre a ex-namorada do jogador português e o protagonista do filme “Sniper americano” subiram de tom no fim de Abril, aquando do jantar de correspondentes da Casa Branca, onde foram vistos juntos. Agora, os dois foram “apanhados” pelas objectivas da Hola! depois de uma ida à Broadway, quando caminhavam pelas ruas de Nova Iorque. Na segunda-feira, sem Bradley Cooper, Irina Shayk sorria na passadeira vermelha da gala do MET.