Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

LeBron "enterraria" na cara de Bush

24 de Outubro, 2009

LeBron James apoiou candidatura de Obama com 14 mil e 400 dlares

Fotografia: AFP

Um dos principais apoiantes da candidatura de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos, LeBron James atacou com veemência o antecessor do mandatário, George W. Bush, utilizando uma figura de linguagem criada a partir do basquetebol: o verbo "enterrar". Em 2008, LeBron doou cerca de 0,1 por cento do seu salário (14 mil e 400) de toda a época no Cleveland Cavaliers (avaliado em 14,4 milhões de dólares) para a campanha de Obama que, por sua vez, nunca escondeu a paixão pelo basquetebol. A chegada do primeiro negro à Casa Branca, depois, seria comemorada como “inacreditável” pelo jogador, crítico severo do governo Bush. O antigo presidente norte-americano foi alvo da reprovação do astro. Perguntado pela revista masculina inglesa Maxim se havia uma pessoa no planeta sobre a qual gostaria de dar uma grande enterrada, o extremo-base respondeu. “Se não tem de ser um jogador de basquetebol, (eu diria) George W. Bush”, afirmou. “Enterraria na sua cara, romperia o aro e deixaria a tabela em pedaços”.