Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

No encalço do sonho

28 de Dezembro, 2014

Antiga voleibolista afirmou que quer seguir as pegadas do namorado Roger

Fotografia: AFP

A brasileira Betina Schmidt foi jogadora de voleibol e exibe um título de Superliga das terras do Samba. Ao longo do percurso, arriscou em ser modelo e agora quer investir na carreira de Televisão. Aos 25 anos de idade, a antiga desportista conta com a ajuda do namorado o comentarista Roger, para que o desejo se torne realidade.

Em entrevista ao portal UOL Esporte, Betina disse que admira “todos os apresentadores e comentaristas que conseguem transmitir ao público as experiências que tiveram  no desporto” e vai tentar obter informações ao máximo do namorado para enriquecer o seu conhecimento. A ex-jogadora de voleibol não tem proposta, mas está decidida em fazer cursos virados para a televisão.

“Vou fazer cursos de televisão em 2015 para me preparar e pretendo focar na área desportiva. Este seguimento tem o meu perfil, tenho interesse enorme pelo desporto e sinto-me mais confortável para actuar nesta área”, falou.

A carreira de Betina no voleibol durou pouco tempo. Com apenas 21 anos e um título da Superliga, resolveu abandonar a quadra para ser modelo. Essa decisão teve influência de Virna, ex-jogadora com quem jogou no Rexona.

“Jogava no Rexona, agora Unilever, no Rio de Janeiro. A Virna era a minha companheira de equipa e foi quem me incentivou a procurar a Ford Models Rio. Ela fica muito feliz de saber que a minha carreira de modelo deu certo”, completou.

De acordo com a modelo, o sonho de morar fora do país e a vontade de ter um diploma estrangeiro foram fundamentais na decisão de trocar as quadras pelas passarelas. Mas quando se lembra do voleibol, Betina fala com saudade. “Foi uma etapa muito especial da minha vida e tenho saudade da adrenalina e da emoção que o desporto traz. Tenho a certeza de que o aprendizado com o voleibol vai ficar guardado e levarei sempre comigo”, afirmou.


CARL HERRERA
Ex-basquetebolista da NBA recebe alta do hospital

O venezuelano Carl Herrera, campeão da Liga Norte-americana de Basquetebol com a camisola dos Houston Rockets, em 1994 e 1995, recebeu alta do hospital na última quinta-feira, cinco dias depois de ter sido baleado. O antigo jogador e agora treinador, nascido em Trinidad e Tobago, mas que tem também a nacionalidade venezuelana, estava a jantar num restaurante quando foi vítima de um assalto. O bandido atingiu os pulmões do ex-atleta com um tiro. Depois de transportado para um hospital da Ilha Margarita, na costa da Venezuela, Carl Herrera foi transferido para um hospital de Caracas, onde recebeu alta. Na década de 1990, o antigo extremo ajudou os Houston Rockets a sagrarem-se campeões e também representou os San Antonio Spurs, Vancouver Grizzlies e Denver Nuggets. Na Europa, vestiu a camisola do Real Madrid.


CAMPEÕES
Encontro de tridente

Três grandes destaques do desporto brasileiro encontraram-se nesta semana, antes do Natal. Campeão mundial de surf, Gabriel Medina apareceu numa foto ao lado de Neymar e Robinho. A imagem foi publicada inicialmente no Instagram de Robinho. Medina aproveitou e também usou a mesma foto com a mensagem “bom ver vocês”. Neymar tinha publicado uma foto na qual aparecia com uma barba branca no melhor estilo Papai Noel. Na foto com Medina e Robinho, porém, a barba aparece com a cor normal, o que indica que a foto deve ter sido tirada antes da véspera de Natal. Já Medina publicou também uma mensagem a pedir ajuda aos desabrigados de São Sebastião, cidade onde mora. O campeão mundial prometeu dar uma prancha autografada para os três maiores depósitos que vão ser revertidos em doação para as famílias atingidas.