Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

O Padrinho da S. Silvestre

Josefa Tómás - 23 de Maio, 2013

António Andrade foi vencedor da medalha de ouro nos jogos da África Central

Fotografia: Jornal dos Desportos

Ontem atleta, hoje nas vestes de Padrinho. É assim que António Andrade, antigo fundista angolano, vai estar presente na 58ª edição, da corrida pedestre de fim de ano, a S. Silvestre-2013, que sai às ruas de Luanda no dia 31 de Dezembro.

O vencedor da medalha de ouro nos II Jogos da África Central, realizados em Angola em 1981, foi escolhido a meio deste mês, pela direcção da federação angolana de modalidade, como figura de destaque da S. Silvestre, numa forma de distinção pelos seus feitos em prol da modalidade.

A velha gazela do atletismo nacional, que deu os primeiros passos ao serviço do Ferroviário de Luanda, é dos poucos dirigentes que está sempre preocupado com a modalidade, apesar de ser considerado, por muitos, como polémico.

Concorreu várias vezes à presidência da Associação de Luanda, juntamente com o falecido Mota Gomes e chegou ao cargo de 1º vogal, no mandato de José Paim, na federação.

O título de padrinho da S. Silvestre orgulha, com certeza, António Andrade, por tudo o que tem feito em prol da modalidade. Recorde-se que a ex-atleta portuguesa Rosa Mota foi indicada madrinha da S. Silvestre-2012.

Cerimónia de premiação
Tiger Woods é vítima de Racismo


O golfista Tiger Woods, líder do ranking mundial, foi vítima de um insulto racista por parte de um dos seus rivais, numa cerimónia de premiação no European Tour, realizada terça-feira última.

Sergio Garcia, 14º classificado do ranking, disparou palavras infelizes, recorrendo à história dos Estados Unidos. Ao ser perguntado pelo apresentador do Golf Channel se convidaria Woods para jantar durante o período de disputa do US Open, o espanhol respondeu com uma piada de mau gosto.

“Nós teremo-lhes à mesa todas as noites. Vamos servir-lhe frango frito (Tiger Woods)” - disse Garcia,  referindo-se aos escravos norte-americanos, que na  época se alimentavam de frango frito, talvez por ser um dos únicos animais que conseguiam criar.

Em 1997, Tiger Woods sofreu com piada idêntica por parte do golfista Fuzzy Zoeller, durante o Masters de Augusta. Desta vez, no entanto, Tiger Woods viu o seu rival desculpar-se. O espanhol, diante da repercussão negativa, pediu desculpas pelas ofensas e disse que de forma alguma quis ser racista.

Garcia e Woods já haviam chocado este mês. Durante o torneio The Players, Tiger Woods optou por trocar de taco e o espanhol disse que isso o fez perder a concentração, ressaltando que Woods não teve respeito algum com ele.

Diversão
Olivia Munn posa para Esquire

Considerada a personalidade mais sexy da Super Bowl deste ano, Olivia Munn prova que mereceu este título ao posar para a revista norte-americana “Esquire”. A actriz surge em biquíni mais sensual que nunca nas páginas da publicação. Além de aparecer em poses sexy, a também manequim e apresentadora de televisão mostrou que é igualmente uma mulher divertida.

Para jogar
Gigante tem dificuldade
de encontrar sapatilha

Igor Vovkovinskiy marcou a diferença no Festival da Eurovisão quando apareceu ao lado da cantora ucraniana Zlata Ognevich. Tudo porque o actor e estudante de direito é o homem mais alto dos Estados Unidos, com 2,34 m.

O “gigante”, que apoiou a campanha eleitoral do presidente Obama, tem um sonho: fazer carreira no basquetebol. Mas o número 58 que calça impede-o de conseguir comprar ténis para o seu tamanho há mais de seis anos.

“Doações de sapatos para Igor Vovkovinskiy” foi a campanha que lançou nas redes sociais para angariar fundos para mandar fazer sapatos à medida.
A marca Reebok, após ter acesso à esta informação, fabricou três pares de ténis personalizados com as cores da equipa dos Timberwolves, da qual é um grande fã.

CASAMENTO
Jessica Ennis exibe aliança

Jessica Ennis ganhou o ouro no heptatlo, mas tem motivos mais especiais para estar feliz. A atleta deu o nó com Andy Hill numa igreja em Leeds, na Inglaterra. Junto há oito anos, o casal conheceu-se ainda na adolescência, quando frequentavam a mesma escola secundária.

Desde então que não conseguem passar muito tempo longe um do outro e vivem uma bonita história de amor. A cerimónia contou com cerca de 100 convidados e Jessica trocou alianças num longo e elegante vestido branco com um bouquet de flores a condizer. Parabéns aos pombinhos