Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Regio Militar Centro empossa nova direco

14 de Setembro, 2012

O desporto nas Foras Armadas fortalece a coeso e patriotismo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente de direcção do Comité Desportivo da Região Militar Centro (RMC), tenente-general João Serafim Kiteculo, afirmou no fim-de-semana, nesta cidade, que a prática do desporto constitui uma disciplina de preparação física, bem como um dos mecanismos indispensáveis para a prontidão combativa das unidades militares das Forças Armadas Angolanas (FAA). O oficial superior, intervindo no acto de posse dos membros do comité desportivo, sublinhou ainda que o desporto contribui para potencializar energias necessárias a uma boa saúde física e espiritual, além de servir como ligação para a divulgação da imagem do exército, em geral, e desta região militar, em particular.

“O desporto é um laboratório eficaz para testar os níveis de resistência presentes em cada indivíduo, propiciando condições para uma feliz modalidade social. Os membros que tomaram posse devem trabalhar na organização e aperfeiçoamento das técnicas por modalidades, visto que se aproximam os jogos militares que exigem responsabilidade e competência profissional para materializar os objectivos que nortearam a criação do comité”, frisou. O tenente-general João Kitekulo disse que a massificação e a diversificação desportiva no seio do colectivo militar é uma das principais prioridades do seu mandato de quatro anos (2012/2016).

O oficial general disse que uma especial atenção vai ser também prestada na descoberta de valores susceptíveis de enriquecer o leque de atletas com altas performances, capazes de constituírem mais-valia para o desporto da Região Militar Centro, razão pela qual o comité é chamado a desempenhar um papel mais acutilante. A criação do Comité Desportivo da Região Militar Centro, que integra unidades das províncias do Huambo, Bié, Benguela e Kwanza-Sul, visa o fortalecimento da coesão, patriotismo e camaradagem como exemplos valiosos de elevada solidariedade nacional na luta pela paz e reconstrução.


SID WATKINS
Morre ex-médico da F1 que atendeu Senna


O neurocirurgião inglês Sid Watkins morreu quarta-feira aos 84 anos. A informação foi divulgada pelo site GP Update.net e a rádio BBC5, mas a causa da morte não foi oficialmente anunciada. Watkins foi o chefe da equipa médica da Fórmula 1 entre 1978 e 2005. Actuou como delegado da equipa médica e de segurança da FIA, realizando o primeiro atendimento em caso de acidente. Esteve em diversas funções cerca de quatro décadas, actuou na modernização das condições de segurança da F1 e salvou diversas vidas. Watkins foi responsável por evitar tragédias em acidentes de pilotos como Martin Donnelly (Espanha 1990) e Erik Comas (Bélgica 1992).

O britânico ainda foi o primeiro a socorrer Ayrton Senna no acidente do brasileiro no Grande Prémio de San Marino de 1994, na última batida fatal da Fórmula 1 desde então. Laureado com o Prémio Mario Andretti em 1996 e com a Excelentíssima Ordem do Império Britânico em 2002, até ao fim de 2011 Watkins foi presidente do FIA Institute. Deixa seis filhos e viúva. Entre diversos fãs e pilotos, o infortúnio foi bastante lamentado. “Estou muito triste por saber da morte do professor Sid Watkins. Todos os pilotos o amavam”, afirmou o britânico Justin Wilson, ex-piloto de Jaguar e Minardi na Fórmula 1 e actualmente na Fórmula Indy.


SEBASTIEN COE

O novo presidente do COB


Depois de ser o rosto da organização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2012, Sebastien Coe deve manter-se ligado ao olimpismo britânico. O `chairman´ do Comité Organizador de Londres 2012 foi convidado pelo Comité Olímpico da Grã-Bretanha para suceder a Lord Moynihan como presidente do organismo, segundo avança o jornal “The Sun”. Coe, confrontado com esta possibilidade durante a parada dos atletas olímpicos e paralímpicos que serviu de encerramento aos Jogos, mostrou-se receptivo ao convite. “Por que não havia eu de ajudar? Eles lutaram para eu ir a Moscovo em 1980 e tudo o que eu fiz nos últimos anos não era possível se eu não tivesse essa experiência. É uma organização com a qual eu estou muito comprometido”, referiu o antigo campeão olímpico dos 1.500 metros.


SARA CARBONERO

Mais de um milhão na conta


A conhecida jornalista desportiva espanhola Sara Carbonero, que é também namorada do guarda-redes do Real Madrid e da selecção espanhola, Iker Casillas, factura mais de um milhão de euros/ano, segundo a revista “Lecturas”. O seu trajecto no jornalismo começou com o estágio (não remunerado) na Rádio Marca. A partir daí, colaborou com outra estações, como a Cadena Ser ou o canal televisivo LaSexta, no qual o seu rosto passou a ser conhecido, levando a Telecinco a contratá-la. O grande salto profissional foi dado com a cobertura do Mundial da África do Sul, que lhe abriu portas para outras colaborações e novos projectos.

O contrato com a Telecinco está avaliado em 600 mil euros/ano (valor já desmentido pela Mediasat), mas as suas colaborações noutros programas, inclusive num dos canais italianos de Silvio Berlusconi, valem mil euros para cada presença. A esses valores acrescem as campanhas publicitárias em que deu a cara, como no caso da Pantene (120 mil euros), do Ford Focus (18 mil) ou da Puma (12 mil).


LINDSEY VONN

Acidente curioso no treino


Não é de estranhar uma queda aqui e ali para alguém que desafia a gravidade de montanhas de neve. Mas, numa altura em que se prepara a próxima época, a esquiadora norte-americana Lindsey Vonn sofreu um acidente digno de registo, nem que seja pela peculiaridade… “Bati com o traseiro no treino de Super-G e fiz um grande buraco no meu fato novo: vai deixar marca!”, contou Lindsey Vonn na sua página do Facebook. A beldade postou ainda uma fotografia de testemunho ao momento que, pelo seu sorriso, foi bem mais cómico que doloroso. De qualquer forma, não devem faltar voluntários para tratá-la do dói-dói!


»BREVES

Rio Ferdinand sem carta de condução
O central do Man. United foi apanhado por três vezes em excesso de velocidade, no caminho entre a sua casa e o estádio Old Trafford, e as autoridades britânicas não perdoaram: seis meses sem carta de condução. Rio Ferdinand ainda argumentou que precisa de conduzir para levar os três filhos à escola, mas de nada lhe valeu, pelo que o seu Jaguar de nove milhões de kwanzas vai mesmo ter de ficar uns tempos na garagem…


Justine Henin vai ser mãe

A ex-tenista belga vive um momento radiante. Com o ponto final na carreira desportiva, Justine Henin, divorciada de Pierre-Yves, reencontrou o amor ao lado de Benoit Bertuzzo, repórter de imagem. Agora, os dois preparam-se para ser pais. “Eu e o Benoit temos uma bela notícia para vos anunciar… e sim, brevemente seremos três… o nosso rebento chega em Março. Estamos super-felizes!”, escreveu a antiga n.º 1 mundial no Facebook.