Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Revelao do silncio

09 de Abril, 2015

dolo nos anos noventa percorreu o deserto aps a derrocada da carreira

Fotografia: AFP

O ex-jogador de futebol e actualmente deputado estadual Mário Jardel, do PSD gaúcho, vai reaparecer e quebrar o silêncio até o final da semana. A garantia foi dada  pelo novo chefe de gabinete do deputado, Cristian Lima. Segundo o assessor, a manifestação pública de Jardel pode ocorrer entre amanhã e sábado, quando ele regressar da licença de saúde que solicitou.

Lima, que começou a trabalhar na segunda-feira, é o mesmo assessor que disse que Jardel está deprimido e incomunicável após ter enfrentado sérios problemas com parte da equipa que trabalhava com ele na Assembleia.
Até à tarde desta terça-feira, Jardel permanecia em local incerto. Lima negou, que depois do fim da licença de saúde, em 9 de Abril, o deputado pretenda pedir afastamento das suas actividades para tratar de assuntos pessoais e viajar a Portugal.

Na quarta-feira que antecedeu o feriado de Páscoa, o deputado exonerou 16 servidores do seu gabinete e da bancada do PSD e retirou a função gratificada de outro. Em seguida, entrou em licença  de saúde por dez dias. Lima, que é quem tem se pronunciado no gabinete do parlamentar, afirmou que o ex-jogador não tinha autonomia para decidir sobre questões básicas do mandato e que sofreu ameaças por parte dos exonerados.

Segundo ele, a equipa não tinha sido indicada por Jardel e sim por dirigentes partidários do PSD. As principais lideranças do partido no RS são o vice-governador José Paulo Cairoli, que preside a sigla, e o deputado federal e também ex-jogador Danrlei de Deus Hinterholz, que é o vice-presidente.
Na segunda-feira à noite, o PSD gaúcho divulgou nota assinada por Cairoli a  informar que aguarda pelo regresso do deputado para esclarecer a situação. Jardel é o único deputado do PSD na Assembleia. Ídolo da claque gremista nos anos 90, ele passou por problemas com drogas após a derrocada da carreira, nos anos 2000, e foi eleito para seu primeiro mandato no ano passado.

SOLIDARIEDADE
Estrelas nos Jogos pela Paz


Depois do anúncio da participação de Diego Maradona, Faustino Asprilla e Freddy Rincón também confirmaram presença no “Jogo pela Paz” que se vai realizar em Bogotá amanhã, sexta-feira, um dos eventos da Cúpula Mundial de Arte e Cultura pela paz da Colômbia.
A organização  espera que o ex-capitão da selecção colombiana Carlos Valderrama e o ex-atacante Juan Pablo Ángel se juntem aos demais ídolos do futebol do país, na partida, informou nesta terça-feira o director do Instituto Distrital para a Recriação e o Desporto, Aldo Cadena.  Foi confirmada também a presença de outros jogadores importantes na história do futebol colombiano, como José Basualdo, José Luis Brown, Adolfo Valência, Maurício Serna, Leonel Álvarez e Ivan René Valenciano, além do paraguaio Roberto Cabañas.  A partida vai ser disputada no estádio de Techo, com a participação também de atletas das duas tradicionais equipas da capital do país, o Millonarios e do Independiente de Santa Fé.  Na lista de ex-jogadores colombianos que  devem comparecer ao evento estão também Alexis García, Luis Alfonso Fajardo, Luis Herrera e Jairo Castillo.