Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Rondo recebe homenagem

04 de Janeiro, 2015

Essa foi a primeira vez que Rondo voltou ao ginásio dos Celtics desde que passou para equipa do Texas

Fotografia: AFP

Os adeptos do Boston Celtics viveram uma noite nostálgica e triste na sexta-feira, no TD Garden. No reencontro com Rajon Rondo, os fãs do maior campeão da NBA viram o seu ex-base ter uma grande actuação e a comandar a vitória do Dallas Mavericks por 119-101.

Essa foi a primeira vez que o camisa 9 voltou ao ginásio dos Celtics desde que se transferiu para a equipa do Texas, o que ocorreu em Dezembro. Por conta do seu passado com a franquia de Massachusetts - a qual defendia desde que entrou na liga em 2006, tendo sido campeão em 2008 - ele recebeu uma emocionante homenagem.

Antes da partida, a equipa mandante colocou um vídeo com alguns lances de Rondo pelos Celtics. No fim, a frase "Obrigado, Rondo" espalhou-se pelo TD Garden. Os adeptos, então, aplaudiram de pé o base, que, de forma inédita, actuou no ginásio sem estar com uma camisa verde ou branca.

O reencontro parece ter motivado o base, que foi o grande nome e cestinha da partida ao anotar 29 pontos, dar cinco assistências e pegar seis ressaltos. Monta Ellis e Dirk Nowitzki, com 22 e 17 pontos, respectivamente, também estiveram em grande.

Pelo lado da formação caseira, o destaque ficou para Avry Bradley, com 22 pontos. Já Tyler Zeller teve um bom desempenho ao fazer um double double de 17 pontos e dez ressaltos, e Jeff Green marcou 18 pontos.

Com o resultado, os Mavericks chegam ao quarto triunfo seguido e somam uma campanha de 24 vitórias e dez derrotas. Já os Celtics sofrem a 19ª derrota em 30 partidas.


Desafio
Filho de Lopes abraça carreira a solo


Durante 17 anos ele alternou as funções de técnico e auxiliar. Passou por vários clubes, inclusive os quatro grandes do Rio, conviveu com o rótulo de "filho do António Lopes" e "auxiliar de Luxemburgo", mas desde 2013 decidiu seguir no futebol apenas como treinador. Aos 41 anos, Júnior Lopes teve participação na conquista da Série C pelo Macaé e agora tem outra missão pela frente: conduzir o Tombense, campeão da Série D, a um degrau mais alto no futebol brasileiro. Com pouco mais de um ano apenas como técnico, o filho do actual gerente de futebol do Botafogo não esquece a ajuda que teve do pai e do mais bem sucedido dos técnicos com quem trabalhou (Vanderlei Luxemburgo). Mas acredita que tomou a decisão certa ao caminhar na profissão com as próprias pernas. "Para abrir caminho, é bom ter o pai que tenho e ter trabalhado tanto tempo com o Vanderlei (Luxemburgo). Mas para mostrar trabalho tive que me esforçar o dobro, triplo. Esses rótulos já me incomodaram, mas hoje lido bem. Consegui provar ao mercado do futebol que posso ser mais do que esses rótulos. E está a dar certo", lembra o treinador. "É um caminho sem volta. Passei por vários clubes, alternei as funções de técnico e auxiliar e aprendi muito com os cerca de 14 técnicos com quem trabalhei. Todos me ensinaram, mas meu pai (António Lopes) e o Vanderlei foram as minhas referências, meus mestres."


 Malta
Condenado encontra clube

O internacional galês Ched Evans vai jogar no Hibernians, actual líder do campeonato de Malta. O jogador, de 26 anos, foi condenado a cinco anos de prisão efectiva pela violação de uma jovem de 19 anos num quarto de hotel, em 2011. Ched Evans foi libertado em Outubro passado, após cumprir metade da pena, tendo entretanto sido convidado a treinar nas instalações do Sheffield United, emblema que representava quando foi condenado. A decisão foi contestada pelos adeptos e 165 mil pessoas assinaram uma petição contra a reintegração do avançado galês no clube. Na sequência dos protestos, os responsáveis do conjunto do segundo escalão inglês recuaram na decisão. "Estamos à procura de um avançado de topo e o Ched [Evans] preenche os requisitos", justificou Stephen Vaughan, vice-presidente do Hibernians, que lidera o campeonato maltês com 15 pontos de vantagem sobre o segundo classificado. Antes de jogar no Sheffield United, Ched Evans representou o Manchester City, onde fez parte da formação.!