Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Sonho desvanece no fim

05 de Junho, 2012

Antigo fundista viu o sonho de liderar a Associao de Luanda fugir .

Fotografia: Jornal dos Desportos

A teimosia de António Andrade à liderança da Associação Provincial de Atletismo de Luanda “morreu na praia”, a escassas horas do pleito. O antigo fundista viu o falcão em voo directo até à meta sem oposição, no último sábado, em cerimónia que legitimou o novo presidente de direcção. Com o olhar centrado na pista, António Andrade apagou a mágoa que lhe corroía a alma, mas não pôde evitar a boca cerrada. Uma denúncia da decepção. O sonho de se sentar no cadeirão máximo de uma associação desportiva estava próximo, depois de ver cancelada a pretensão nas eleições de 2008.

O “ancião” vai ter de se contentar com a realidade dos novos tempos, pois trabalhar com a nova geração exige prudência, organização, assiduidade, pontualidade e estratégias. Alguns experts da modalidade asseguram que para quem aspira cortar a meta em primeiro lugar, não pode, à partida, merecer de condescendência da organização. As associações desportivas modernas, asseveram os entendidos da matéria, não se compadecem com chefias, mas com líderes. E uma das exigências de um líder é a organização. Para quem vai candidatar-se à liderança da Associação de Atletismo mais importante do país não pode apresentar-se com falhas na documentação.

António Andrade vai esperar mais quatro anos para que o sonho se torne realidade em Luanda ou então vai preparar-se para “assaltar” a concorrência na Federação Angolana de Atletismo, um dos muitos sonhos que dispõe. O ancião dispõe de boas referências junto dos clubes de Luanda. Será que o antigo fundista tem “peito” para acelerar e suportar a recta final do escrutínio?

CASTER SEMENYA
Admiradora de Ronaldo Fenómeno

Caster Semenya passou por momentos críticos e marcantes durante a sua carreira. Em 2009, após conquistar uma vitória nos 800 m, no Mundial de Berlim, com um tempo muito abaixo do considerado normal, teve a sua feminilidade contestada e foi submetida a testes de género, invasivos e constrangedores. Semenya superou as críticas e desconfianças e concentra-se para os Jogos Olímpicos.
Agora com 21 anos, com um ouro e uma prata em mundiais no currículo, a velocista africana aparece como uma das favoritas à medalha em Londres. Em entrevista ao jornal italiano “La Stampa”, a atleta disse ter superado os problemas e que agora é quem quer ser. Na mesma entrevista surpreendeu e contou que descobriu o seu talento para o atletismo, quando jogou uma partida de futebol. Semenya revelou que não tinha padrão para o desporto e era muito rápida, então foi aconselhada a trocar de desporto e tentar o atletismo. Assim como a maioria das pessoas que gostam de futebol, declara-se admiradora de Leonel Messi e C. Ronaldo, mas quando a pergunta é o ídolo de infância, assume: Ronaldo fenómeno, de quem se inspirou e gostaria de ser quando criança.

RAFAEL NADAL
Aniversário em Paris

O tenista está em Paris, a competir em Roland Garros e a tentar atingir uma marca histórica no ténis mundial: ser o único heptacampeão do torneio. Entretanto, no último domingo, Rafael Nadal festejou o seu 26.º aniversário num café de Paris e teve direito a um bolo verdadeiramente pomposo, do qual partilhou a imagem através do Twitter. “Hoje @RafaelNadal cumpre 26 anos!! Um forte abraço ao craque e muita sorte para os oitavos e para o resto do torneio!”, desejou o basquetebolista espanhol Pau Gasol, um dos muitos admiradores do tenista a felicitá-lo pelo aniversário. Rudy Fernandez, outra estrela da NBA, também não deixou a data passar ao lado: “Felicidades a @RafaelNadal, continua a ser como és, craque”.

DUSTIN JENSON
Lutador morre nos EUA

O norte-americano Dustin Jenson foi declarado morto no dia 24 de Maio, aos 26 anos de idade, após participação numa luta amadora de MMA, em 18 de Maio,  na 74ª edição do Ring Wars no Estado de Dakota do Sul, onde não há uma entidade reguladora do desporto. As informações são do jornal da cidade de Rapid City, onde o combate se deu. A madrasta do atleta, Violet Schieman, disse que o ex-lutador passava bem após a luta, a 5ª na carreira, que foi encerrada após Jenson desistir em virtude de um estrangulamento conhecido como triângulo, aplicado pelo compatriota Hayden Hensrud. Ainda assistiu a dois combates do mesmo evento, antes de sofrer uma convulsão e ser encaminhado a um hospital. A causa do óbito foi um aneurisma cerebral, mas não se sabe o que causou a lesão. Os médicos analisaram o confronto e não viram nada aparente no duelo que possa ser apontado como motivo para falecer. Foi a terceira morte nos Estados Unidos de um lutador após participação numa luta de MMA. Michael Kirkham tinha 30 anos quando faleceu depois de se estrear no desporto no Estado da Carolina do Sul, em 2010. Sam Vasquez morreu aos 35 anos depois da sua terceira luta profissional, realizada no Estado do Texas, em 2007.

ALESSIO BISORI
Suicídio na linha férrea agita Itália

O jogador de andebol Alessio Bisori, da selecção italiana, foi encontrado morto sobre a linha de comboio na cidade de Bolonha. Uma mensagem para a família foi achada no hotel em que estava hospedado: “não posso mais viver”. Testemunhas disseram que Bisori estava na linha férrea antes de o comboio chegar ao local, o que favorece as suspeitas de suicídio, segundo o jornal “La Gazzetta Dello Sport” de domingo. O presidente da Federação Italiana de Andebol, Francesco Purromoto, enviou condolências à família do jogador e informou que vai ser respeitado um minuto de silêncio nos jogos do próximo fim-de-semana no país. Além disso, os atletas vão actuar com um faixa preta no braço.