Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Um brao de protesto

04 de Dezembro, 2014

Momento em que os jogadores protestavam contra as mortes de homens negros nos Estados Unidos

Fotografia: AFP

Jogadores do Saint Louis Rams levantaram os braços em protesto contra a morte de Mike Brown, em Ferguson, nos Estados Unidos. A atitude dos atletas irritou os agentes da Polícia local, mas a equipa não vai pedir desculpas e apoiou os cinco recebedores.Os jogadores estavam com os gorros e protestavam contra as mortes de homens negros nos Estados Unidos. Jogadores de alto nível como LeBron usam páginas nas redes sociais para mostrar os seus posicionamentos.

Os atletas dos Estados Unidos, Tommie Smith e John Carlos, ergueram os braços durante a cerimónia de entrega de prémios nos Jogos Olímpicos do México, em 1968. Essa saudação era conhecida como black power. Pelo seu gesto, uma clara manifestação política, os dois atletas foram banidos dos Jogos pelo Comité Olímpico Internacional (COI).

Em 2008, Brandon Marshall, do Denver Broncos, tentou pegar uma luva branca e preta produzida para homenagear o então, presidente eleito Barack Obama. Alguns companheiros de equipa não deixaram a manifestação ocorrer para evitar uma falta pessoal. Em 2010, Grant Hill, do Phoenix Suns, usou a camisa com a inscrição “Los Suns” durante o primeiro quarto do segundo jogo dos play-off contra o San Antonio Spurs. O dono da equipa, Robert Saver, afirmou que a intenção era “honrar a comunidade Latina e a diversidade da Liga, do Estado do Arizona e dos EUA”.

Em 2009, Tim Tebow utilizou números da bíblia no seu rosto durante uma partida da NCAA, em Gainesville, Flórida, Estados Unidos. Em 2013, Anelka estava no West Bromwich e fez um gesto nazista para comemorar um golo contra o West Ham. O atleta francês foi punido e ficou afastado da liga inglesa.

ANDRESSA URACH
Apresentadora de TV corre risco de vida


Andressa Urach, a apresentadora de televisão que durante o último Campeonato do Mundo deu nas vistas ao aparecer junto ao hotel onde Portugal estava instalado em topless - apenas com uma pintura a imitar a camisola de Cristiano Ronaldo -, está internada em estado grave devido a uma infecção. Andressa foi submetida há alguns meses a uma cirurgia plástica para aumentar o volume das pernas, mas algo correu mal e a apresentadora foi obrigada a retirar o produto injectado, de acordo com a imprensa brasileira. Na sequência da segunda intervenção, desenvolveu um quadro infeccioso que se agravou nos últimos dias. Andressa Urach corre risco de vida, segundo as últimas informações.

Prémio em Londres
Atenção pelo look


Bruna Marquezine facturou o Prémio de Revelação na TV da revista Veja Rio Cariocas do Ano 2014. A cerimónia aconteceu na noite de última terça-feira no Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O look de Bruna chamou atenção tanto quanto a sua beleza.Além de um colar que se destacava, a actriz vestiu um midi estampado e florido. Num olhar mais desatento, alguém pode até ter a impressão de que ela podia estar grávida. O comediante brasileiro Renato Aragão também teve os seus trabalhos reconhecidos.A actriz brasileira manteve um romance com o craque do Barcelona, Neymar, mas não resistiu as tentações da distância, após a transferência do futebolista para a Espanha. As traições e reconciliações pintaram dos dois lados ao longo da relação. Hoje, Bruna Marquezine está solteira e busca um “amigo de coração” que se adapte ao estilo da vilã. Recentemente protagonizou um beijo “quente” com um amigo de longa data em Miami, nos Estados Unidos da América. Será desespero?