Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Fora de Campo

Volta ao Mundo por amor

Álvaro Alexandre - 10 de Julho, 2015

Maratonista Somen Debnath acompanhado por membro da embaixada da Índia em Angola

Fotografia: José Soares

O ciclista Somen Debnath, de nacionalidade indiana, encontra-se desde segunda-feira em Luanda, a cumprir o roteiro da volta ao Mundo em bicicleta, depois de pedalar aproximadamente 120.750 quilómetros.

Somen Debnath vai visitar 191 países, num périplo que espera completar a 27 de Maio de 2020, numa extensão de 200 mil quilómetros em missão como embaixador da "paz e humanidade, VIH-Sida e cultura indiana em todo o Mundo".

O ciclista começou a odisseia a 27 de Maio de 2004 e já percorreu 90 países. Dos 56 países africanos, Somen Debnath está interessado em conhecer 36 países. Senegal é o último da lista, que vai juntar-se aos 24 países da Ásia, 10 do Médio Oriente e 42 da Europa.

Em Angola, Somen Debnath pretende realizar um "workshop" sobre VIH-Sida. "Pretendo aproveitar a minha presença em Angola para passar a minha experiência e aprender os modos de vida de povos que habitam este belo país", disse.

Nos países visitados, o ciclista indiano foi recebido por 17 Presidentes da República, 49 Primeiros-Ministros, 160 ministros de diferentes pelouros e 79 embaixadores da Índia, o seu país de origem.

A motivação da odisseia assenta no amor ao próximo. A morte de um idoso da sua aldeia por Sida deixou-o arrasado. Para homenagear o ancião, Somen Debnath percorre o Mundo divulgando a história que afectou a sua aldeia e ajuda na promoção de medidas que visam reduzir a morte provocada por esse vírus.

Movido pela compaixão, o ciclista indiano ajuda as pessoas por onde passa na descoberta "da felicidade". Para o efeito, conta com o apoio da "West Bengal AIDS Control Society", uma instituição indiana.