Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

A ginstica um desporto com crescimento acentuado

Joo Francisco - 28 de Março, 2011

Manuel Cirilo Catanha quer apoios dos empresrios.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Como avalia o desenvolvimento da ginástica no país?
A ginástica está a desenvolver-se muito nos últimos tempos. Andou um pouco parado, por motivos não vêm ao caso. O executivo da Federação Angolana de Ginástica (FAG) trabalha bastante para que a modalidade ocupe o lugar que lhe compete no contexto desportivo nacional. Para se ter uma ideia, neste momento, a ginástica está a ser implementada em todas as províncias de Angola, com particular incidência na de Luanda. Tenho a certeza de que a ginástica é um dos desportos em Angola com crescimento acentuado.

O trabalho do presidente de direcção da FAG, Auxílio Jacob, vai de encontro às expectativas?
De facto. O presidente Auxílio Jacob é uma pessoa que trabalha afincadamente. É uma pessoa que faz os possíveis para que a ginástica seja uma realidade um pouco em todo o país.

Que mensagem quer transmitir aos amantes de ginástica?
Espero que as pessoas comecem a pensar que o desporto não é só futebol, andebol e basquetebol. Desporto é também a ginástica e outras actividades desportivas individuais. As pessoas singulares, os empresários, no âmbito da sua responsabilidade social, devem apoiar os desportos designados de “pobres”, particularmente a ginástica, para o seu engrandecimento.

Quais são as linhas de força da Associação Provincial?
Além do cumprimento do programa, que passa pela realização dos campeonatos provinciais, para permitir que os praticantes de Luanda estejam representados nos campeonatos nacionais, também temos a formação de quadros técnicos e juízes, como prioridade.

A que perfil se refere?
Sabemos muito bem que os quadros referidos ainda não têm aquele perfil que desejamos. Queremos dotá-los de ferramentas iguais às que possuem os técnicos e juízes da zona em que estamos inseridos no continente. Neste momento, estamos a criar condições para darmos formação a técnicos e juízes, no sentido de os dotarmos de competências internacionais para a ginástica desportiva e, inclusive, educativa, a ser implementada nas escolas.

Luanda está preparada para implementar essa política de massificação, aliada às novas tecnologias de formação de quadros?
Sim. Apelamos a mais organização, aspecto básico que tem sido difícil de contornar, por causa de alguns entraves que surgem no dia-a-dia. Apesar disso, a Direcção Provincial da Juventude e Desporto, o Ministério da Juventude e Desportos, através da Direcção Nacional dos Desportos, estão informados dos nossos passos e estão a trabalhar para que a ginástica tenha o impacto que merece a todos os níveis.

Onde incide a vossa mobilização? 
Trabalhamos com a Direcção Provincial da Juventude e Desportos, para a qual encaminhamos todas as nossas preocupações, e aguardamos algumas respostas para traçarmos os objectivos concretos para o nosso futuro.

A Associação já foi homologada pela Direcção Provincial da Juventude e Desportos?
Sim. Depois da homologação, aproveitámos a oportunidade para remeter o nosso orçamento e um pedido de um espaço, no Estádio dos Coqueiros, onde já funcionam algumas Associações, para podermos ter a nossa sede.

Como caracteriza a relação com a Federação Angolana de Ginástica?
É boa. Os nossos problemas têm sido acompanhados de perto pelo organismo reitor da modalidade. Também sabemos quais são os problemas que a ginástica vive a nível nacional. A Federação satisfaz as nossas solicitações de acordo com as possibilidades.

Como estão em termos de equipamentos?
Por exemplo, para o campeonato provincial, (realizado ontem, domingo), trabalhámos com a Direcção Provincial da Juventude e Desportos. Trabalhámos com os nossos parcos meios e com a Federação, que forneceu os equipamentos para um evento de particular importância para a ginástica em Luanda.

Quando foram eleitos?
Fomos eleitos em Novembro de 2010 para um mandato de quatro anos.

A que se deve a vossa entrega?
Como outrora trabalhei na Federação Angolana de Ginástica, como Secretário Executivo, achámos por bem dar um contributo para a criação da Associação. Após a disputa do zonal na África do Sul, no qual arrecadámos algumas medalhas, achámos por bem criar mais uma frente estratégica que é a Associação de Luanda.

>> Por dentro

Nome: Manuel Cirilo Catanha
Data e Nascimento:
18 de Junho de 1966
Idade: 43 anos
Naturalidade:
Município da Ganda
Província: Benguela
Moda: Vejo-a como um cartão de visita. A forma da pessoa vestir é o seu espelho.
É muito importante
para o ego de um indivíduo.
Prato preferido: Calulu.
Desporto: Além da ginástica, também gosto de Futebol