Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

Adingon vai at 2020

Juscelino da Silva - 10 de Junho, 2019

Lazare Adingono vai despedir-se dos tricolores no final da prxima poca

Fotografia: Jos Cola | Edies Novembro

A manutenção do treinador Lazare Adingono no Petro de Luanda a partir de 2020 vai depender da nova direcção. A equipa de Tomás Faria vai pôr fim ao mandato e apostar noutros campos. Para não constituir encargos à nova direcção, o camaronês vai despedir-se dos tricolores no final da época 2019-2020.

A direcção do Petro termina o mandato no final da próxima época. Pensam deixar o treinador com contrato válido?

Não. Não vamos deixar o treinador com contrato válido. Não é nossa forma de estar. A próxima direcção do Petro de Luanda vai ter a sua forma de pensar e virá com o novo treinador na cabeça. Pelo tempo que o treinador está connosco, não seria bom deixá-lo com contrato. Há há muita coisa a mudar no país. Estamos a falar de contratos e compromissos. Ninguém sabe o que será o Petro de Luanda nos próximos anos. Então, não podemos hipotecar os outros, apesar de continuarmos no clube. Somos funcionários e sócios desse grande emblema desportivo. Não podemos deixar o clube pendurado.

O Petro de Luanda vai continuar a usar o pavilhão da Cidadela Desportiva nos jogos caseiros?

Sim. Vamos continuar na Cidadela Desportiva e cumprir com a boa relação com os dirigentes daquele complexo. Temos uma relação excelente. Não temos motivos para deixar o complexo. Sentimo-nos bem tratados naquele recinto. Temos tudo para continuar como a nossa casa. Não temos instalações próprias.

Que balanço faz da época terminada?

Não diria que o balanço foi positivo. Pessoalmente, considero-o não muito bem conseguido, apesar de sermos campeões nacionais. No projecto do Petro de Luanda para o basquetebol, definimos como alguns objectivos conquistar a Taça de Angola, Campeonato Nacional e AfroLiga. Das três competições, apenas conquistámos uma: o Unitel Basket.  Portanto, para quem tinha como ambições vencer a competição continental, não posso considerar positivo a nossa época desportiva.