Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

Integrei seleces de trs modalidades diferentes

Joo Francisco - On-line - 27 de Março, 2013

Primeiro Campeo Nacional de Tnis de Mesa

Fotografia: Jornal dos Desportos

Actualmente com funções de Director Desportivo da Federação Angolana de Ténis de Mesa (FATM), Miguel Gourgel foi o primeiro Campeão Nacional desta modalidade depois da independência.

Ao Jornal dos Desportos Miguel Gourgel  revelou que no Hóquei em Patins foi convocado selecções do tempo de António Dámasio “Kaissara” e do treinador Magalhães. No Voleibol integrou alguns selecções nacionais sob o comando de Gustavo Cruz, ao longo do  mandato de Dibala na Federação Angolana de Voleibol.
Segundo ainda Miguel Gourgel, no Hóquei em Patins foi campeão pelo Petro Atlético de Luanda. Apesar de ser júnior fazia dupla categoria, jogando também na equipa sénior, onde havia nomes sonantes como Fragata .  

Mas é no Ténis de Mesa que Miguel Gourgel se mantêm por mais tempo. Está nesta modalidade desde o reinado de Silva Neto, um dos presidentes da Federação Angolana de Ténis de Mesa, já do falecido. Passou por Tony de Jesus e está agora no segundo mandato do elenco encabeçado por Filomeno Fortes.


MOMENTOS
Campeão no Lubango e vitória em Maputo


Miguel Gourgel foi o primeiro Campeão Nacional de Ténis de Mesa após a Independência de Angola,  a 11 de Novembro de 1975, quando o país adoptou o nome de República Popular de Angola (RPA).

No torneio em que se sagrou campeão, disputado no Lubango, derrotou na final o tenista de mesa Laureano Salvaterra. Como prémio, recorda-se, recebeu uma motorizada Simson. Este foi o momento mais marcante da sua carreira desportiva.

“No Ténis de Mesa lembro-me também de ter vencido um torneio Internacional disputado em Maputo. Venci, na final, um mesa-tenista soviético. Já não me recordo do nome dele”, acrescenta.

A polivalência em vários desportos deve-a Miguel Gorgel, em parte, à formação académica. É professor de Educação Física, formado nos anos 80, no Instituto Nacional de Educação Física (INEF), organismo por onde passaram muitos atletas e dirigentes desportivos nacionais.


PERGUNTAS E RESPOSTAS
“Angola pode melhorar as classificações”

Jornal dos Desportos – Quais as possibilidades das selecções nacionais no Campeonato Africano de Cadetes e Juniores que se disputam de 1 a 6 de Abril em Tunes?
Miguel Gourgel –
Queremos que os nossos miúdos consigam trazer o que todos esperamos. Queremos melhorar as classificações das competições anteriores, onde já obtivemos medalhas de bronze.

Como está o Ténis de Mesa angolano?
Em perfeita cadeia de evolução. A FATM tem um programa bem delineado sobre a organização, competição, formação dos tenistas. O programa garante a continuidade e sustentabilidade do Ténis de Mesa. Estamos presentes e em desenvolvimento em oito províncias –  Luanda, Huíla, Namibe, Huambo, Bengo, Kwanza-Norte, Cabinda Moxico – e o objectivo é estender cada vez a prática da nossa modalidade às outras províncias. Queremos estar em todas as dezoito províncias.

Qual é o objectivo principal da FATM?
O objectivo fundamental é começar nos escalões de formação e fazê-los passar pelas diferentes fases de desenvolvimento, o  desenvolvimento motor, a formação desportiva, a especialização e alto rendimento.

Está em andamento um projecto com a China...
Sim. Este projecto teve a participação inicial de seis talentos, três rapazes e três raparigas nos escalões de formação. Mais tarde houve a necessidade de incluir mais um cadete. Foram enviados para um estágio específico na China, suportados pelo nosso parceiro, a CETIC Construction, com quem assinamos um protocolo de cooperação. Como fruto do trabalho na China, já se notam grandes melhorias nas nossas selecções nacionais. A título de exemplo, as primeiras medalhas de bronze foram conquistadas  pela Ruth Tavares e a Isabel Albino nos Campeonatos Africanos disputados no ano passado em Tipasa, na Argélia, e elas também são candidatas aos lugares cimeiros em Tunes. 

O que acha do trabalho da FATM?
Assumimos agora o segundo mandato. Temos propósitos bem definidos. Dentro desta linha, todo o elenco se empenha, afincadamente, para o êxito nacional.

Que diferenças com o Ténis do passado?

Muita coisa mudou no Ténis de Mesa. Desde o diâmetro e peso da bola à borracha utilizada nas raquetes, a pontuação de cada “set”, muita coisa mudou. Do ponto de vista técnico, os golpes imprimidos pelos atletas foram alterados e as tácticas de jogo são outras. Antigamente um jogo era classificado ao melhor de três “sets” até 21 pontos. Hoje um jogo disputa-se ao melhor de cinco “sets”, vencendo quem ganhar três “sets”, e ao melhor de sete “sets”, vencendo quem ganhar quatro “sets”. Num “set” o vencedor pode fazer 11 pontos, contabilizados um a um. Quando um “set” termina empatado 10-10, é disputado o “tie break”, desempate, vencendo o atleta que fizer os primeiros dois pontos.

POR DENTRO
Nome Completo – Miguel Gourgel Alves Manuel.
Filiação – João Manuel e Justina Alves da Costa Manuel.
Estado civil – Casado.
Filhos – Nenhum.
Altura – 1,75 metros.
Peso – 73 Kg.
Prato preferido – Saca Folha de peixe ou de camarão.
Bebida – Sumo natural.
Tempos livres – Leitura científica.
Cidade – Cabinda.