Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

Mais uma estrela do basquetebol nasce nas terras do Cristo rei

Joo Francisco - On-line - 29 de Maio, 2013

Miriam Congo, basquetebolista do Benfica do Lubango

Fotografia: Jos Soares

À semelhança das basquetebolistas, Dayana e Sacato, Miriam Congo da Cruz, 15 anos, ou simplesmente Mami, como a tratam em casas de 1,80 metros é outra provinciana convocada para fazer parte da selecção nacional sub-16 para os compromissos internacionais que se avizinham.

A menina do Benfica do Lubango esteve em Luanda nos últimos dias, sob observação da dupla técnica Apolinário Paquete/ Ana Lemos, começou a jogar basquetebol na sua província de origem.

Aos seus 13 anos nas aulas de Educação Física, já impressionava o professor da disciplina que a aconselhou a enveredar pela carreira dada a estatura aliada a um bom drible e batimentos de bola.

“Lembro-me, perfeitamente como se fosse hoje, quando no dia 26 de Setembro de 2011, na aula de Educação Física, na Escola 1º de Dezembro no Lubango, onde estudava a 6ª classe, o professor Beto, incentivou-me a jogar o Basquetebol em termos federados e a título oficial no Benfica do Lubango”, recorda-se.

Para Miriam da Cruz, para além do incentivo referido,a recente carreira desportiva da “alta - competição” já como jogadora Federada foi a vitória da sua equipa, o Benfica do Lubango, nos nacionais de iniciados de 2012, disputados na província de Benguela.

“A partir do momento em que fomos campeões nacionais de iniciados, comecei a encarar com maior seriedade as minhas participações nas competições oficiais para chegar sempre o mais longe possível”, acredita ainda a jogadora candidata a uma das vagas na selecção de sub-16 que se prepara para mais um Campeonato Africano.

DESEJO

“Quero que outras colegas integrem a selecção”

No Benfica do Lubango, Miriam da Cruz, tem como colegas, a Teresa Sacato( Féni), que também esteve no estágio da pré-selecção em Luanda, Tatiana Jamba, Ilda Victor , Kisso Valentina, Telma Maliete, , Zida André, Ana Paula, entre outras, que não estão na pré-selecção, porque não podem estar todas e ainda estão à espera de uma oportunidade.

Na pré- seleção nacional sub- 16, Miriam da Cruz, teve como colegas, a sua conterrânea Teresa Sacato (Féni), a extremo base, Adriana Manuel do Bié, Nádia, Mariana, Isabel, Fany, Zida, também da Huila, Laércia, Avelina, Ivanilda, Eliany, Milinha, Jessica, Peló, Sofia, Cristiana, Branca, Morena, Emanuela, Manuela, Rivania, Adjana, Carolina, Nelma e Carina, que também querem ganhar um lugar ao sol no grupo. Miriam da Cruz ambiciona representar mais vezes as selecções nacionais de basquetebol, estar no seio das melhores jogadoras e, conquistar troféus e medalhas para o País e para o clube.

Na província da Huila, Miriam da Cruz, além do Benfica do Lubango, que é a campeã provincial feminina, destaca o Sporting do Lubango e as Mineirinhas de Cassinga, como aquelas que podem tentar fazer sombra à sua equipa.

“O Benfica do Lubango poderá ainda manter a hegemonia provincial no escalão, por algum tempo, mas tem que começar a preocupar-se com pelo menos o Sporting e as Mineirinhas do Cassinga, que são as outras equipas que podem despontar a qualquer momento”, concluiu.

PING-PONG
“Quero ser jornalista de sucesso”

Além do basquetebol, o que mais faz?
Estudo a 9ª na Escola 1º de Dezembro do Lubango.

Qual é a carreira profissional que pretende seguir?
No futuro pretendo formar-me em Ciências da Comunicação e se possível um dia ser jornalista radiofónica de sucesso.

Como faz para estudar e ao mesmo tempo praticar basquetebol de alta- competição?

Depois das aulas, cumpro com os meus deveres de casa e da escola e o resto do tempo dedico-me aos treinos e a jogar. Procuro tirar sempre boas notas na escola, para que o papá e a mamã não me impeçam de praticar desporto.

O que dizem os seus Pais sobre a tua actividade no basquetebol?
As vezes complicam, quando as coisas não vão muito bem na Escola, mas acabam por me dar muita força, aceitando duma maneira geral que eu faça desporto desde que cumpra com os outros meus deveres. Tem algum jogador(a) que admira no Basquetebol Angolano? Sim. Em masculino admiro Miguel Kiala. E, em feminino a Sónia Guadalupe.

POR DENTRO
Nome completo:
Miriam Congo da Cruz
Filiação: Luís Lopes Miguel da Cruz e Amélia Adriana Gelefete
Naturalidade e data de nascimento: Lubango ( Huíla), aos 22 de Janeiro de 1998
Estado Civil: Solteira
Irmãos: 04 Altura: 1,80m
Peso: 55 kg Calçado: 39/40
Camisola com que joga: nº 12
Posição: Poste Cor preferida: Azul
Música: Rap
Filme: Acção.
Prato: Bacalhau com natas.
Bebida: Sumo
Perfume: Bom, Bom, Bom
O que mais teme na vida: De me tornar inútil.
Clube do coração: 1º de Agosto