Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

O meu sonho ser campe nacional nas especialidades de velocidade

Joo Francisco - On-line - 26 de Março, 2013

Alice Ventura sonho ser campe nacional

Fotografia: Jornal dos Desportos

Fruto do seu empenho e dedicação nos últimos tempos, aliado a uma excelente margem de progressão, a velocista do Naval de Porto Amboim (Kuanza-Sul), Alice Luís Ventura, 14 anos, depois de já ter representado as selecções nacionais de Angola de infantis nos Jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), disputados em 2012, em Mafra (Portugal), integra, a par de Moisés Cavimina, do 1º de Agosto, a selecção nacional que defenderá as cores do país nos campeonatos africanos de atletismo por idades de 2013, a partir de 28 deste mês na Nigéria.

Naquela que será a sua segunda internacionalização, Alice Ventura aproveitará a oportunidade para no futuro melhorar as suas performances a nível interno, pois logo a seguir aos “africanos” da Nigéria participa igualmente nos campeonatos nacionais de juvenis aprazados para a primeira semana de Abril, no estádio dos Coqueiros, em Luanda.

“O meu objectivo tanto numa competição como na outra será dar o meu melhor. No campeonato africano, como será a minha primeira participação, não posso ambicionar ainda muita coisa”, reconheceu.

“Mas, no campeonato nacional, vou tentar pela primeira vez o meu primeiro título nacional, apesar de reconhecer que terei que contrariar o favoritismo atribuído a atletas do Interclube e do Petro de Luanda”, assinalou a corredora do Kuanza-Sul, que a nível interno não tem conseguido mais do que a segunda posição nas provas oficiais organizadas pela Federação Angolana de Atletismo.

TRAJECTÓRIA
Do desporto escolar ao federado


Alice Ventura começou a praticar atletismo em 2010, na Escola 1º de Maio da Gabela (Kuanza-Sul), estimulada pelo professor Mendes, que nas suas classes de Educação Física lançou o repto para selecionar cinco concorrentes para representarem a instituição no campeonato nacional escolar daquele ano.

“O professor Mendes mandou-nos dar quatro voltas ao campo da escola, dizendo que quem se classificar do 1º ao 5º lugar vai ser escolhida para os campeonatos escolares, disputados em Agosto de 2010 na província de Cabinda. Classifiquei-me na 3ª posição numa prova que foi ganha pela minha colega Claudina Albano e assim fui escolhido para a selecção nacional escolar para aquela competição”, revelou.

Segundo Alice Ventura, depois daquele concurso, o professor Mendes ligou para o treinador Eurico Lucas Albano “Lulu”, que se encarrega de preparar as praticantes de atletismo do Kwanza-Sul para as provas oficiais, dando a conhecer o nome das atletas selecionadas, que passaram a partir daí a treinar com ele no Jardim do Município da Gabela.


MEMÓRIAS
Nacionais de velocidade e corta-mato


Depois dos campeonatos nacionais escolares, disputados em Agosto de 2010, na província de Cabinda, Alice Ventura participou pela primeira vez nos campeonatos nacionais de 2010 e 2011, disputados igualmente no segundo semestre de cada ano no Namibe, onde ocupou um dos lugares do pódio.

“Em 2010, fui vice-campeã em corta-mato de um quilómetro e em 2011 sagrei-me vice- campeã nacional nos 100 metros livres e barreiras”, concluiu a atleta cujos resultados nas provas nacionais terão contribuído para a sua convocação para as selecções nacionais.

PING PONG
“Vou melhorar a minha marca pessoal”


Jornal dos Desportos: O que é o atletismo para si?
Alice Ventura:
É uma modalidade individual que tem igualmente a vertente por equipa que é a estafeta.

JD: Quais as especialidades que mais gosta no atletismo?
AV:
Gosto mais das especialidades de velocidade, nomeadamente os 100 metros em pista ou barreiras.

JD: Como encara a sua participação no campeonato africano da Nigéria?
AV:
Sendo a minha primeira participação num campeonato africano, tudo dependerá das minhas adversárias e das minhas marcas. Neste momento estou na casa dos 14 segundos e o meu objetivo será melhorar a minha marca pessoal.

JD: Além do atletismo o que mais faz?
AV:
Estudo a 8ª classe no Colégio Tusoca da Gabela.

JD: Quer deixar uma mensagem para os jovens da sua idade que queiram ingressar no atletismo?
AV:
Gostaria que muitas mais pessoas da minha idade ou de menor idade ainda praticassem atletismo, pelo facto do exercício físico que está sempre patente na prática de qualquer desporto fazer bem à saúde.


POR DENTRO


Nome completo: Alice Luís Ventura
Filiação: João Bastos Ventura e Maria Teresa Luís 
Local e data de nascimento: Gabela, 7 de Julho de 1998
Estado civil: Solteira
Quantos filhos gostaria de ter: Dois
Quantos irmãos tem: Sete
Altura: 1,63 metros
Peso: 48 quilogramas
Especialidade: 100 metros em pista e barreiras
Tempos livres: Passear com amigos
Prato: Funge de carne seca
Bebida: Sumo de manga
O que mais teme na vida: Acidentes
Recorre a mentiras: Às vezes
Clube: 1º de Agosto
País de sonho: Brasil e África do Sul
Sonho: Ser campeã nacional e, em termos de formação académica, tornar-me engenheira de petróleos.