Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

Recuperao muscular traz alvio e bem-estar

Sardinha Teixeira - 24 de Setembro, 2011

Pedro de Oliveira massagista do Kabuscorp do Palanca

Fotografia: M. Machangongo

Como começou no ofício de massagista?
Comecei a trabalhar como massagista do clube em 1993. Trabalho numa unidade hospitalar em Luanda. Daí que fui convidado para ser o massagista da agremiação.

Qual a importância da massagem no desporto?
A massagem no desporto é quase fundamental, para os atletas recuperarem a musculatura cansada, depois de um treino ou competição. Não há nada melhor para um atleta limpar a musculatura do ácido láctico acumulado. Além de limpar a musculatura, a massagem desportiva também aumenta a circulação do sangue, que, por sua vez, traz oxigénio novo e nutrientes que o músculo precisa para a actividade. A recuperação pode chegar a ser quatro vezes mais rápida com uma boa massagem. 

A massagem desportiva deve ser feita antes ou depois da competição?
Existem dois tipos. Uma antes e uma depois. Antes, é feito um trabalho para despertar a musculatura, uma preparação para a actividade física. Por norma, são massagens mais rápidas e mais energéticas, que duram por volta de cinco a10 minutos, focada na região que precisa. Depois da competição, é feito um trabalho de limpeza dos músculos, muito parecido com a massagem clássica comum.

Através da massagem pode-se diagnosticar algum tipo de doença?
O massagista, não sendo médico, não pode diagnosticar ou prescrever remédios. Mas é claro, com testes simples na musculatura consegue-se saber que músculo está tenso ou não.

A massagem cura algum tipo de doença?
Melhora os sintomas. Mas doenças, como o stress ou musculatura tensa, aí sim, a massagem pode curar.

As massagens são sempre feitas somente com as mãos?
Sim, basicamente. Existem equipamentos, mas é a mão que cura.

Quais são os benefícios da massagem?
São muitos, posso dizer até centenas. Os principais são o aumento da circulação sanguínea e a recuperação muscular, que traz alívio e bem-estar. Além de vários factores psicológicos, como anti-stress, etc.

Após uma massagem nota-se melhoria tanto no físico quanto na mente?
Absolutamente, a musculatura relaxa quase de imediato e, devido às boas hormonas que são libertados durante a massagem, a pessoa relaxa e sente-se bem. Existem casos na psicologia que usam massagem para ajudar no tratamento. Há pessoas que fazem uma massagem relaxante antes de falar em público ou fazer uma prova para  a faculdade.

Como vê a massagem hoje em dia?
Antigamente, o massagista só tinha a toalha quente, o gelo e suas mãos para desenvolver o trabalho. Hoje, muita coisa mudou. Há mais recursos, aparelhos, tudo está mais fácil para se trabalhar. Actualmente, faço o meu trabalho com seriedade e responsabilidade, mas não quero competir com os profissionais da área. Quero só poder ajudar com o que sei.

Já teve que atender algum caso complicado em campo? Como foi?
Já sim. Uma partida fora de casa em que um jogador caiu e bateu com a cabeça, ele ficou desmaiado. Fiquei muito preocupado. Tinha muita responsabilidade e não dispunha de muitos recursos na altura.

>> Por dentro

Nome: Pedro de Oliveira
“Pepé”
Data de nascimento: 18/1/64
Natural: Malange
Nacionalidade: Angolana
Clube: Kabuscorp do Palanca
Função: Massagista
Profissão: Técnico médio
de enfermagem
Peso: 70 kg
Altura: 1,70 cm
Calçado: 41
Prato preferido: Calulu
Fuma: Não
Bebida: Sumos naturais
Filmes: Acção
Música: Semba
Droga: Contra
Melhor país: Angola
Melhor cidade: Malange
Casa própria: Sim
Carro: Sim
Esplanada ou discoteca:
Esplanada
Campo/Praia: Campo
Cor: Vermelha
Religião: Católica
Ídolo desportivo: Akwá
Tempos livres: Música e ver TV