Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Entrevistas

Um valor que desponta nos Caçulinhas

João Francisco On-Line - 08 de Fevereiro, 2013

Simão Fernandes Martins, ou simplesmente Eboé, Futuro central de marcação

Fotografia: Jornal dos Desportos

Simão Fernandes Martins, ou simplesmente Eboé, como é conhecido na equipa de juvenis da Académica do Lobito, nasceu em Viana e começou a jogar futebol no Bairro Rocha Pinto. Foi para Benguela em 2005, viver com a avó no Lobito.“Quando cheguei ao Lobito, comecei logo a jogar na “escolinha da Cabaia”, no bairro do mesmo nome. Em 2009, transferi-me para a Académica do Lobito, onde encontrei o Arilson Jorge (Aisson), isto por influência do meu irmão mais velho, Luís Manuel Fernandes, que era jogador juvenil do mesmo clube”, recorda. Na Académica do Lobito, Eboé, além de Aisson, encontrou Tino, Abel, Bruno, Subassa, que já ascenderam de escalão, e continuou com Acácio, Chinho, Bito, Soni, Miranda, entre outros, que agora fazem parte do plantel principal da equipa.

Eboé actua, em geral, como defesa central, posição em que, segundo ele, “normalmente os jogadores não marcam muitos golos. Acontece algumas vezes quando na marcação de bolas paradas. Por isso é que, em 2009, marquei apenas dois golos, cinco em 2010 e apenas um em 2012”. Como todos os integrantes da equipa de iniciados da Académica do Lobito, quando Eboé entrou no plantel teve de fazer o “gostinho ao pé” no Girabairro, na classe dos “caçulinhas”, pois, como apurámos, a Académica do Lobito não tinha condições financeiras para participar em competições oficiais (campeonatos provinciais) de iniciados.

“Sou um dos colegas mais antigos do Aisson (camisola nº10) e comecei a disputar os campeonatos provinciais de Benguela de inicados um ano depois de ingressar na Académica do Lobito”. “No primeiro campeonato provincial de iniciados ficámos na segunda posição, atrás das Acácias Rubras e à frente do Sporting de Benguela. Em 2011, ficámos em terceiro, de novo atrás das Acácias Rubras e do Dom Bosco. No ano passado, voltámos a ficar na segunda posição, atrás das Acácias Rubras e à frente de Belo Horizonte”, acrescentou Eboé.

 

QUADRANGULAR
Equipa ficou em terceiro lugar
no torneio da Escola do Zangado


Eboé alinhou como libero na equipa de “caculinhas” da Académica do Lobito que disputou, no início deste mês, um quadrangular, no Catetão, em Luanda, por ocasião do 50º aniversário da Escola do Zangado, em que ocuparam a terceira posição, ao derrotarem a sua congénere do Progresso do Sambizanga por 3-0.Na prova, ganha pelos “caculinhas” do Petro Atlético de Luanda, seguida da equipa do Zangado, alinharam ainda pela Académica Tidi, Denis, na baliza; Bali (central), Bito (trinco), Chinho e João, no meio campo; Acaio, Micha, Miro, Manucho, Avozinho (todos laterais esquerdos), Jacinto, Jelson, Kito (laterais direitos); Valdemiro, Jacó (médios direitos); Andelson (médio esquerdo); Babo (melhor marcador da equipa). Treinador: Mister Belmiro. Neste quadrangular, a Académica do Lobito perdeu o primeiro jogo com o Petro de Luanda, por 1-0, tendo sido relegada para disputar o terceiro lugar, que arrebatou após o triunfo diante dos sambilas. Para o primeiro posto, o Petro de Luanda venceu a Escolinha do Zangado por 1-0.


PING-PONG
Central de marcação


Jornal dos Desportos - O que faz um central de marcação?
Simão Martins - Impedir que o adversário chegue perto da baliza e se for necessário derrubá-lo mesmo.

JD - Derrubar o adversário pode dar cartão
SM -Temos de tentar derrubar sem fazer falta. Evitar os contactos físicos agressivos.

JD - Com quantos cartões já foste admoestado?
SM -Nos campeonatos provinciais de iniciados não mostram cartões. Os jogadores faltosos são advertidos. No meu caso, já fui advertido duas vezes. Na primeira vez, ia em velocidade e tirei a bola com contacto agressivo ao adversário. A segunda foi por ter reclamado perante o árbitro.

JD - O que achas de Mister Belmiro?
SM -É muito paciente. Quando os jogadores cometem erros, tem o cuidado de corrigir. Além disso, ensina-nos a sermos educados para com as outras pessoas.

JD - Como concilias o futebol com os estudos?
SM -Os que estudam de manhã treinam à tarde e os que estudam à tarde treinam de manhã, quatro vezes por semana (de terça a sexta-feira), no campo do INE, no Bairro da Caponte ou no Estádio do Buraco, no Bairro Santa Cruz, ambos no Lobito.

JD - Depois dos treinos comem alguma coisa?
SJ -Sim. Uma refeição quente (dão-nos sopa)


BILHETE DE IDENTIDADE

Nome completo: Simão Fernandes Martins
Filiação: Manuel Artur Tivila e Esperança Fernando Massango
Data e Local de Nascimento: Viana, a 10 de Abril de 1999
Nº de irmãos: Um
Altura: 1,54 m
Prato preferido: Funji de Calulu
Calçado: 39
Bebida: Sumo
Hobbies: Assistir a jogos de futebol e play station
Cor: Amarela
Posição: Central de marcação
Número da camisola: 27
Cidade: Lobito
País: Holanda ou Portugal